Prejuízo com estoques da Cnova sobe para R$ 219 mi

Empresa continua investigando problemas na gestão de estoques e recalculou perdas

Os problemas com a gestão de estoques da Cnova Brasil podem gerar perdas maiores do que o esperado. No início do ano, a empresa informou que o prejuízo poderia chegar a R$ 177 milhões. Contudo, a continuidade das investigações mostrou que essas perdas podem chegar a R$ 219 milhões.

A Cnova iniciou investigação para apurar irregularidades na gestão de estoques no Brasil em dezembro do ano passado. Além de irregularidades na conduta de funcionários relacionadas à gestão de estoques, nos centros de distribuição (CDs), a companhia também identificou discrepâncias relacionadas às contas a pagar devidas a fornecedores e nas contas a receber/produtos em trânsito com empresas de entrega. Houve também problemas no processo de troca de pedidos feitos por consumidores.

A empresa identificou outros problemas, relacionados a ativos intangíveis e possíveis despesas operacionais indevidamente diferidos. Por conta disso, a empresa afirma que agora não é possível avaliar se o impacto desses problemas pode afetar os resultados de 2015; e como e quanto esses problemas podem impactar os resultados do primeiro trimestre.

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS