Dia das Mães: como comprar sem fazer dívidas?

Em tempos de crise, especialista explica como o consumidor pode economizar ao comprar o presente de Dia das Mães. Confira

Por: - 3 anos atrás

Datas comemorativas têm sido um tanto economicamente tensas nos últimos anos – inclusive em 2016. No Dia das Mães, o cenário não tende a ser melhor. Justamente por isso, é fundamental ter cuidado com as compras. “Em tempos de recessão econômica, as lojas estão oferecendo diversas facilidades. Porém, ter cautela é importante para não cair em armadilhas”, defende Satoshi Fukuura, CEO da Siscom.

Nessa situação, para poder deixar as mães felizes, o ideal é avaliar os gastos do mês e calcular o valor disponível para a data especial. Fukuura orienta que as compras à vista são sempre a melhor maneira de realizar um negócio, uma vez que não geram dívida e ainda aumentam as possibilidades de negociação de descontos. Caso não haja dinheiro disponível no momento, o especialista sugere que o consumidor opte por tipos de pagamento que não incluam juros, ou que faça parcelas que caibam no bolso.

Em contrapartida, diante do cenário econômico, o comércio está facilitando as opções de crédito, parcelamento e realizando promoções. “Busque utilizar o cartão de crédito corretamente. Pesquise e conheça as condições e encargos, fugindo de juros altos e grande quantidade de parcelas”, destaca Fukuura. Neste momento, é preciso ter cuidado, pois a facilidade na hora da compra pode resultar em inadimplência.

Outra alternativa é buscar promoções e negociar descontos. “O importante é não cair na tentação e acabar gastando mais do que o possível, já que ainda existem muitas datas comemorativas no decorrer do ano”, defende. Ou seja, o ideal é ter equilíbrio e bom senso.