Vendas online para o Dia das Mães crescem 8%

As vendas no e-commerce conseguiram aumentar, apesar do cenário de crise

Ao contrário do varejo tradicional, que amargou a maior queda nos últimos 14 anos em vendas para o Dia das Mães, o e-commerce registrou alta nas vendas para a data neste ano, de 8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo a E-bit/Buscapé, entre os dias 23 de abril a 7 de maio, o e-commerce teve um faturamento de R$ 1,62 bilhão.

“As promoções realizadas pelos varejistas online contribuíram para o aumento de vendas do e-commerce nesse período, melhorando os resultados de forma geral”, disse, em nota, o diretor executivo da E-bit, André Ricardo Dias.
Neste ano, 4 milhões de pedidos foram feitos via Internet, o que representa um crescimento de 2% na comparação com 2015. Já o tíquete médio passou de R$ 380 para R$ 402.

No Top 5 de categorias mais vendidas, “Eletrodomésticos” foi a líder com 13,1% de participação de pedidos, seguida por “Moda e Acessórios” (12,9%), “Livros” (12%), “Telefonia/Celulares” (10,6%) e “Casa e Decoração” (9,1%).

As vendas via celular ganharam espaço: cresceu 100% em pedidos, atingindo 20,2% das compras online no período. Foram 816 mil encomendas feitas por smartphones e tablets nesta data ante os 407 mil em 2015, mostrando a evolução significativa do uso de dispositivos móveis pelos e-consumidores brasileiros.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS