Cinco passos para sair do vermelho

Confira estas dicas para deixar as dívidas para trás e tirar de vez o vermelho do seu extrato bancário

baranq/ Shutterstock

Dever não é legal para ninguém. Muitas vezes, quando passamos por uma situação financeira apertada, entrar no negativo torna-se inevitável. E nem sempre conseguimos enxergar uma saída. No entanto, observando alguns cuidados, é possível achar uma saída.

E, depois, com os débitos do passado zerados, dá para começar uma vida financeira mais saudável e equilibrada.

Para sair do vermelho definitivamente, confira cinco dicas para sair do vermelho indicadas por Guilherme Muller, diretor da Trigg – plataforma de crédito online que busca ser uma alavanca para que seus clientes cumpram etapas e, assim, iniciem novos projetos, buscando uma vida melhor e mais próspera.

#1 Analise seu cenário

Conhecer seu cenário atual é o primeiro passo para quitar as pendências financeiras. Assim é preciso mensurar o valor da dívida, para quem (pessoa ou instituição) se deve e, caso precise de ajuda, pesquisar alternativas de crédito confiáveis que auxiliem a quitar o débito e fazer novos planos para o futuro.

 #2 Liste seus gastos fixos e reduza os supérfluos

Saber quanto você gasta exatamente é essencial para poder se planejar com uma viagem, casamento ou qualquer outro sonho pessoal e, inclusive, para projetar quando você irá quitar as suas dívidas. Para esse controle você pode utilizar bloco de anotações, planilha de Excel ou até aplicativo de celular. Com essas informações em mãos, é possível salvar algum dinheiro diminuindo gastos não fixos, como a frequência em restaurantes, por exemplo.

#3 Antes de comprar: pesquise e negocie

Fazer uma pesquisa de preço nos sites e lojas físicas antes de adquirir um produto ou serviço pode ser uma boa forma de economizar. Além disso, você pode tentar negociar a forma de pagamento. Para não pesar no orçamento mensal, sugiro sempre tentar negociar no parcelamento – mas atente-se aos juros.

#4 Quite primeiro os juros altos

Procure pagar as dívidas com juros mais altos primeiro, pois elas consomem o seu dinheiro mais rápido. Imagine um cabo de guerra, você puxando para um lado e um grupo de pessoas para o outro. Para ganhar essa disputa você precisa eliminar os mais fortes do outro lado. Assim, liste suas dívidas e elimine primeiro os juros mais altos.

#5 Renegocie as dívidas

Às vezes, vira mesmo uma bola de neve. O que fazer? Ao invés de esperar a data de vencimento, tente renegociar o prazo ou até mesmo a dívida em si (maior número de parcelas, por exemplo).

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS