Pacotes de tarifas das contas correntes subiram até 25,56%

Segundo a Proteste Associação de Consumidores, há meios de economizar até R$ 1.188 por ano em pacotes de serviços das contas correntes. Saiba como

Gonzalo Aragon/ Shutterstock

Ter uma ou mais contas em um ou mais bancos é, sem dúvidas, necessário. E, no Brasil, ainda há muitos brasileiros que precisam ter acesso a esse serviço. Além de buscar cuidadosamente a instituição que melhor atenda a seu perfil, os consumidores devem se atentar a outro fator que pode comprometer parte de sua renda, se não for observado cuidadosamente: o pacote de serviços contratado.

Para cada pacote de cada banco há um valor, que pode chegar a até R$ 99,00 (R$ 1.188 ao ano), segundo dados da Proteste Associação de Consumidores, que também informou que houve aumento de até 25,56% nos valores de alguns desses pacotes. No levantamento feito pela Proteste, foram comparados os valores cobrados nos pacotes ofertados pelos oito maiores bancos do país: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Citibank, HSBC, Itaú e Santander, nos últimos anos (2014, 2015 e 2016). Foram verificadas as tarifas das cestas disponíveis e informadas nas tabelas de tarifas das instituições bancárias.
 
Opte pela conta que atende o seu perfil

Mais do que saber o valor das tarifas, é preciso entender o seu perfil de correntista na hora de contratar serviços bancários. Há opções em que não se paga uma tarifa fixa mensal, mas quem movimenta muito a conta está sujeito a outras taxas que podem sair mais caras. Afinal, você paga por transações excedentes.

Uma maneira de ficar livre de tarifas seria a abertura de uma conta eletrônica. Mas, como seu uso é restrito à internet e ao caixa eletrônico, ela é mais aconselhada a quem está acostumado a usar essas ferramentas. Caso haja contato via telefone ou agência, há cobrança de taxa.

Para quem movimenta pouco a conta corrente, nem é preciso aderir a um pacote de serviços, já que alguns deles devem ser obrigatoriamente disponibilizados gratuitamente para o consumidor. São os chamados serviços essenciais, garantidos pelo Banco Central. Eles garantem cartão de débito, 10 folhas de cheques por mês, segunda via do cartão de débito, até quatro saques por mês, consultas pela internet, duas transferências por mês entre contas na própria instituição e compensação de cheque.

“O consumidor precisa fazer valer o seu direito, se a solicitação não for atendia pelo banco, o ideal é reclamar à ouvidoria do banco e denunciar ao Banco Central e à PROTESTE”, aconselha Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Associação.

A Proteste tem um simulador que ajuda a identificar qual o tipo de conta corrente ideal para o perfil do consumidor. Acesse: www.proteste.org.br/dinheiro/conta-corrente/simulador/contas-bancarias e descubra qual a melhor opção de conta corrente para você.

Abaixo, a tabela com os valores das tarifas de 2013 e 2015 (que estão em vigor hoje e o praticado antes do aumento). Também são mostrados os respectivos aumentos em reais e em percentual.

Fonte: Proteste

Fonte: Proteste

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS
Publicidade sidebar

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS