Preços baixos e qualidade alta: a mente por trás do Habib’s

Alberto Saraiva, do Habib’s, é uma das mentes transformadoras dos últimos 21 anos. Nas próximas semanas, apresentaremos outros nomes de igual relevância

Por: - 3 anos atrás

Divulgação

Sempre atenta a tudo o que acontece ao redor dela, a Consumidor Moderno acompanhou, durante os últimos 21 anos, toda a evolução do relacionamento das empresas com os clientes. Os canais mudaram, os consumidores se tornaram mais sábios e exigentes, as empresas aprimoraram cada vez mais as próprias atuações e a defesa do consumidor deu saltos extraordinários. Juntos, todos os envolvidos nas relações de consumo evoluíram.

Nesse período, então, algumas pessoas colaboraram e trabalharam para tornar melhores e mais justas as experiências dos clientes nas maiores empresas do país. Por isso, merecem ser reconhecidas – e conhecidas.

Esse foi o contexto que fez com que a Consumidor Moderno convidasse os maiores nomes do relacionamento para contar o que viveram nos últimos 20 anos.

Não por acaso, o primeiro de uma série de executivos que foram agentes de transformação nesses últimos anos é Alberto Saraiva, fundador do Habib’s – uma empresa que tem o princípio de cuidar do cliente. “Digo para os meus franqueados: ‘Quem não cuida, perde’. Por este motivo, implantamos o ‘Alô Tia Eda’. Temos uma estrutura com mais de 90 pessoas para atender as demandas do cliente em tempo recorde”, diz. “O mais importante é não considerar que a empresa tem que ser infalível mas, que deve ter mecanismos para perceber suas falhas e corrigi-las”.

 

Conheça mais

Qual é a sua formação?

Sou fundador da rede Habib’s e Ragazzo. Mas sou formado médico, pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo.

De qual livro você mais gostou?

Dois livros influenciaram a minha vida: O Maior Vendedor do mundo, de Og Mandino e O Sucesso Não Ocorre Por Acaso, de Lair Ribeiro.

Qual é o seu lugar preferido no mundo?

O meu cantinho na ilha de Fisher Island, em Miami. É lá que me recolho quando preciso organizar os pensamentos.

Para qual time você torce?

Sou palmeirense, mas tenho uma grande simpatia com o São Paulo Futebol Clube.

Qual é a sua banda ou cantor preferido?

Três músicas marcaram a minha vida em momentos diferentes: Hotel California, do The Eagles, Se eu não te amasse tanto assim, da Ivete Sangalo com Roberto Carlos e Words get in the way, da Gloria Estefan.