Uma sociedade móvel, digital e conectada já existe

Conheça a ferramenta que está mudando a maneira pela qual a China se conecta

Lenka Horavova/ Shutterstock

Cannes, França – Olhar para a China é provavelmente conhecer aquela que pode ser a sociedade mais digitalizada do mundo. A telefonia móvel tem penetração superior a 90% da população chinesa, mais do que nos EUA. Essas foram as premissas do painel “Uma boa ‘User Experience’ pode mudar o mundo?”, que reuniu Bessie Lee, CEO WPP China, e Davis Lean, Vice-Presidente Corporativo da Tencent.

Para a Tencent, uma empresa líder em aplicativos móveis na segunda maior economia do mundo, a User Experience móvel conecta além das pessoas. Conecta movimentos, causas, experiências e tudo o que de alguma forma é digital. Praticamente 760 milhões de pessoas na China utilizam diariamente as soluções e produtos da Tencent. Mas seu grau de influência e alcance pode ser dimensionado realmente com apenas um App. Exatamente: com uma única plataforma, o WeChat, o consumidor chinês conversa e se conecta com os amigos, faz compras, paga e produz com maior eficiência no trabalho.

Dessa forma, a Tencent conseguiu proporcionar maior conveniência a milhões de consumidores que não precisam mais recorrer e passear por diversos apps para tarefas e lazer. Tudo é resolvido em uma única e simples interface. Um caso extraordinário de User Experience. Há quem diga que o WeChat é o “Whatsapp” da China.  Davis Lean mostrou que o app é muito mais que isso.

China-sociedade-movel

Foto: Jacques Meir

O WeChat modelou e condicionou um verdadeiro comportamento Mobile na China. Sua capacidade de mobilização é tamanha que mudou completamente o conceito de campanhas de cunho social no país. Caridade, doações e campanhas em prol de populações carentes atingem resultados excepcionais quando são promovidas pelo WeChat. Davis Lean mostrou que arrecadação de fundos com metas muito ambiciosas foram atingidas em questão de horas, graças à confiabilidade proporcionada pelo WeChat. O app consegue trazer credibilidade e facilidade para o “mercado de donativos”. Normalmente, o chinês é relativamente cético quando o assunto é caridade, porque o destino dos recursos nunca é transparente. Mas em uma plataforma que é utilizada por 762 milhões de pessoas, foi possível despertar a generosidade e o espírito colaborativo da população chinesa. É dessa forma que a força do User Experience criada pelo WeChat traz lições poderosas para ajudar lideranças e causas justas a mudarem o mundo.

China-sociedade-movel

Foto: Jacques Meir

Conectar pessoas com pessoas, serviços e aparelhos. O WeChat conecta tudo com a era mobile. Um dos pilares da cultura da Tencent, que orienta experiências inovadoras e largamente bem-sucedidas quanto o WeChat, é a ênfase absoluta na experiência do usuário. Dessa forma, é possível engajar milhões de pessoas e reinventar o uso e a utilidade das plataformas móveis. E nessa sociedade mobile, ao que parece, o Planeta China caminha à frente do Planeta Terra.

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS