É dia de rock, bebê! Vamos balançar os cabelos e bater cabeça

Você sabia que, no dia 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock? Descubra como essa data surgiu e por que ela é importante

Por: - 3 anos atrás

Shutterstock

Quem gosta do bom (e velho) rock sabe que, em 13 de julho de 1985, aconteceu um dos eventos mais marcantes da música: o Live Aid. O evento foi idealizado pelo artista Bob Geldof – que interpretou o personagem principal do filme The Wall, do Pink Floyd.

O festival, que teve como objetivo arrecadar fundos em prol daqueles que passavam fome na Etiópia, foi transmitido simultaneamente a partir de Londres, da Filadélfia, de Tóquio e de Melbourne. Além disso, contou com a presença de artistas como The Who, Dire Straits, Led Zeppelin, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, U2, Phil Collins, Eric Clapton, Black Sabbath e Paul McCartney. Foi um grande dia de rock, bebê.

O dia 13

A história da data comemorada hoje começa justamente no Live Aid. Quem deu a ideia de comemorar o dia do rock nessa data foi o artista Phil Collins. Mas, fora do Brasil, ninguém levou a ideia a sério. Por aqui, porém, as rádios 89 FM e 97 FM entraram na brincadeira e adotaram essa data tão divertida.

O Live8

20 anos depois, o mesmo Bob Geldof promovou o Live 8. Esse evento consistiu em uma série de shows realizados entre os dias 2 e 6 de julho de 2005. O número “8”, no nome do festival, representa o G8.

Não por acaso, os shows foram realizados justamente nos países do G8 e na África do Sul. Nesse caso, a ideia era justamente pressionar os líderes mundiais para as dívidas externas dos países mais pobres do mundo fossem perdoadas, além de negociar regras mais justas de comércio e aumentar e melhorar a ajuda a essas nações.

*Com informações de Whiplash