Conheça o café da Coca-Cola

Coca-Cola Brasil resolve apostar neste segmento e lança no país um café especial, com produção nacional e promessa de democratização da qualidade

Por: - 3 anos atrás

Africa Studio/ Shutterstock

Qual é a bebida negra mais famosa e mais apreciada no Brasil? Agora, todo mundo pode dizer sem falta que é da Coca-Cola. Mesmo quem não gosta de refrigerante. Afinal, a marca resolveu apostar em um novo segmento, que faz muito sucesso entre os brasileiros: o dos cafés.

Mais do que gosto pela bebida, há por aqui um importante hábito de tomar um café com bolo. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), o Brasil é o maior produtor e exportador de café e o segundo maior mercado consumidor em volume total do mundo.

Divulgação Coca-Cola

Divulgação Coca-Cola

Assim, a Coca-Cola enxerga no mercado grande potencial e, mais do que isso, quer democratizar o acesso a cafés de qualidade. Por isso, o Café Leão terá grãos 100% arábica, cultivados, torrados e embalados no país. A Leão é marca de origem brasileira com 115 anos de tradição no segmento de chás.

“O café brasileiro é reconhecido como um dos melhores do mundo. No entanto, combinações de grãos tipo arábica, nossa melhor e mais valorizada espécie , dificilmente chegam às casas dos brasileiros porque são em grande parte direcionados ao mercado externo. Leão quer levar para o brasileiro o melhor do que é produzido aqui”, diz o vice-presidente de Novos Negócios da Coca-Cola Brasil, Sandor Hagen.

A ideia, segundo o VP, é estimular o debate sobre o café tipo exportação. O acesso do consumidor a cafés de qualidade seria aumentado pela expansão da disponibilidade desse tipo de produto.  Inicialmente, o Café Leão será encontrado no Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, com a previsão de chegar aos principais pontos de venda de todo o país a partir de janeiro de 2017. Em setembro, os consumidores brasileiros também poderão adquirir o Café Leão em canais de e-commerce.

Foto: StudioPharus Alex Libotte

Foto: StudioPharus Alex Libotte

Com uma mistura de grãos do cerrado mineiro e das montanhas do Espírito Santo, a produção envolverá uma rede de pequenos e médios cafeicultores das duas regiões. O produto estará disponível em duas torras: escura, com a bebida encorpada e equilibrada com aroma e sabor intensos; e média, com aroma e sabor balanceados com dulçor marcante. O Café Leão será o primeiro da companhia no mundo para o consumo em casa, que busca valorizar o ritual do preparo do café.

O produto está disponível em quatro embalagens: 500g em grãos de torra média, 500g em grãos de torra escura (preço sugerido de R$ 25 cada), 250g moído de torra média e 250g moído de torra escura (preço sugerido de R$ 9,50 cada).