Tem rato na macarronada – parte 2

A ANVISA voltou a proibir produtos feitos de tomate e o motivo você já leu na CM: uma quantidade acima do permitido por lei de pêlos de ratos

Shutterstock

Nem bem o consumidor “digeriu” a notícia de pelos de roedores encontrados em molhos de tomate da marca Heinz e o assunto volta ao noticiário nacional. Desta vez, fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) não encontraram rastros de roedores em apenas um produto, mas cinco e de diferentes marcas – todas elas bem conhecidas dos clientes, diga-se de passagem.

Hoje (28/07),  A Anvisa emitiu um comunicado onde proíbe o comércio de quatro lotes de molho e um de extrato de tomate por conterem pelo de roedor em limite acima do tolerado. Sim, por incrível que pareça há um limite e já falamos sobre o assunto AQUI na Consumidor Moderno.

Segundo nota à imprensa enviada pelo órgão, a identificação de pelo de roedor nos produtos foi feita pela Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina. Os fabricantes deverão fazer o recolhimento dos estoques existentes no mercado.

A proibição foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

 

A lista dos extratos e molho de tomates proibidos

Nome do Produto Marca LoteValidade no Rótulo
Extrato de tomateAmoritaL076 M2P01/04/2017
Extrato de tomateAro002 M2P05/2017
Extrato de tomateElefante03250218/08/2017
Extrato de tomatePredilecta213 23IE03/2017

Molho de tomate tradicional

Pomarola030903

31/08/2017

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS