Feito olímpico: atleta gasta R$ 15 mil com Pokémon Go

O feito olímpico supostamente ocorreu durante sessões do Pokémon Go e foi cometido por um japonês acostumado a superar recordes mundiais. Uma dica: ele é da ginástica

Shutterstock

 

Um das aguardadas estrelas destas Olimpíadas, no Rio de Janeiro, teria realizado um feito notável – e não necessariamente olímpico. Kohei Uchimura é uma das estrelas da ginástica olímpica, venceu uma medalha de outro na Olimpíadas de 2012, em Londres, e se transformou em um dos maiores ídolos japoneses da atualidade. Uehara, no entanto, caiu de costas após receber uma indesejável notícia: uma conta de telefone no valor de 500 mil ienes ou pouco mais de R$ 15 mil. E o motivo teria sido o jogo Pokémon Go.

A suposta escorregada olímpica no pacote de dados foi contada a uma agência de notícias japonesa e repercutida no site The Verge. Ele afirma que baixou o jogo logo após desembarcar no Brasil e, rapidamente, tornou-se um ávido jogador da novidade. A surpresa, no entanto, veio depois: uma conta de milhares de reais da companhia telefônica japonesa em decorrência do consumo de dados em roaming – não, ele não tinha um SIM card brasileiro. O mundo de Uchimura “desabou”, segundo contaram amigos próximos do atleta.

Uchimura negou ter consumido todos esses dados e culpou o Pokémon Go pelo equívoco. No fim, a história teve um final feliz: a companhia desconsiderou o valor e ainda ofereceu um pacote equivalente a US$ 30. Agora, Uchimura afirma estar pronto para novos feitos na ginástica – e que desta vez seja apenas no âmbito olímpico.

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS