Três dicas essenciais para você ter uma casa segura

Confira dicas do especialista para cuidar daquele que é seu bem maior: a sua vida. Afinal, uma casa segura representa menos perigo para você!

Andrey_Popov/ Shutterstock

Para se manter longe de qualquer situação de risco, é essencial investir na prevenção. Mas nem sempre é isso que acontece. Para se ter uma ideia, de cada cinco solicitações de orçamento que recebemos para projetos de segurança residencial, três são de pessoas que já foram vítimas de furto ou roubo em sua própria casa.

As estatísticas mostram que essas ocorrências aumentaram em vários estados do país nos últimos anos. É só andar pelas ruas para perceber que as casas e os prédios estão cada vez mais cheios de aparatos tecnológicos, que têm por objetivo tentar garantir um pouco mais de tranquilidade aos moradores. Para evitar que o pior aconteça, é imprescindível se atentar e tomar algumas precauções.

Confira a seguir, três dicas para manter sua casa sempre segura:

Procure ajuda especializada

Infelizmente, o mercado de segurança sofre com a informalidade na prestação dos serviços e a pirataria nos equipamentos e produtos eletroeletrônicos. Rodear-se de bons profissionais e produtos com qualidade certificada é o primeiro passo para proteger bem a sua residência. Só profissionais experientes e qualificados conseguem avaliar os riscos iminentes. Uma coisa que pouca gente sabe é que os profissionais e empresas de instalação de sistemas eletrônicos de segurança precisam obrigatoriamente possuir registro no Conselho Regional de Engenharia (CREA) da região, apresentando assim um responsável técnico habilitado. Em alguns estados, como no Distrito Federal, por exemplo, ainda é necessário ter a certificação na Secretaria de Segurança. Esse é outro ponto importante que você deve verificar antes de fechar com qualquer empresa.

Dê atenção máxima ao projeto

Depois de se cercar de profissionais de alta capacidade técnica é hora de cuidar do projeto. O profissional precisa ter acesso livre à residência a fim de identificar as vulnerabilidades. Esse especialista tem que pensar como um meliante, a fim de antever situações de riscos e adotar as medidas certas para a precaução. Após esse estudo do local, ele recomendará os produtos adequados para cada caso.

Mantenha um sistema de monitoramento

Normalmente, os projetos de segurança residencial contam com sistemas de alarme e câmeras. Mas, sozinhos, eles não podem fazer muita coisa para te proteger. É imprescindível contratar sistemas de monitoramento 24h, onde uma equipe de profissionais será acionada imediatamente ao menor sinal de perigo. Esse serviço pode enviar viaturas até o local para checar possíveis invasões ou mesmo acionar a polícia para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Adotando essas três medidas, certamente sua casa estará bem mais segura. Lembre-se que a prevenção é a melhor maneira de evitar os danos materiais e psicológicos causados por esse tipo de violência. Não espere sua casa ser assalta para se proteger. Contrate empresas de confiança, que cuidem de tudo para você do projeto ao monitoramento.

Perseu Iuata Costa é sócio fundador da Japan Security, empresa com quase 20 anos de atuação no setor de segurança patrimonial.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS