Mutant chega para revolucionar as interações entre empresas e clientes

Mutant, ex-Genesys Prime, anuncia posicionamento inovador no Brasil com apoio dos fundos Permira e Technology Crossover Ventures

Por: - 3 anos atrás

Recentemente a Mutant, ex Genesys Prime, se tornou independente da americana Genesys. Este novo momento da empresa, segundo seus fundadores, “revolucionará o modelo de comunicação entre empresas e clientes com soluções para humanização das interações”.

Após um processo de spin-off no início de 2016 da Genesys, companhia americana focada primariamente no fornecimento de produtos de software para contact center, a Genesys Prime anuncia novo posicionamento no Brasil. Rebatizada de Mutant, a companhia passa a operar de forma independente em um modelo revolucionário de comunicação entre empresas e clientes com soluções para humanização das interações.

A Mutant é uma empresa que nasce de investimentos nacionais e estrangeiros e já está avaliada em mais de R$ 500 milhões, apoiada pelos fundos Permira e Technology Crossover Ventures, dois líderes globais de capital private equity.

O novo posicionamento da Mutant inclui investimentos em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, formação e capacitação de talentos e governança.  Além disso, a Mutant deve realizar algumas aquisições de outras empresas cujas características complementem a sua proposta de valor e estejam alinhadas com a nova estratégia, que permitirá ao grupo ser a primeira empresa com soluções 360º de gestão e organização do modelo de interação com clientes.

“No nosso DNA temos características que vão guiar nossa atuação e posicionamento, pautadas por princípios como inquietude, cumplicidade com o cliente, amor às pessoas e agilidade nas entregas. E esses são elementos que conseguimos resgatar em nossos valores iniciais para uma gestão aderente ao mercado brasileiro”, afirma o CEO da empresa, Alexandre Bichir.

Junto com Bichir, estão à frente da empresa Eduardo Gallo, COO/CXO, Rouman Ziemkiewicz, CMO/CSO, e Alexandre Miyahara, CFO.  Enquanto o nome Mutant é novo, o time de gestão sempre foi focado em prover soluções inovadoras para o mercado brasileiro, desde 2002. O time usará toda sua experiência para mais uma vez revolucionar o modelo de comunicação entre cliente e empresas, investindo nas melhores práticas de comportamento, tecnologia e inteligência de dados.

“Entre nossas várias mutações, percebemos a necessidade de potencializar nossos principais valores. Somos a empresa que fundamos em 2002, mas com a diferença de termos acumulado uma bagagem de 14 anos de experiência na criação, desenho, implementação e gestão de interações. Durante este período, revolucionamos a oferta de soluções que hoje são benchmark tanto no Brasil como no mundo”, afirma Eduardo Gallo.

Evolução para a Mutant –  ‘Full Channel’

O objetivo da empresa é ofertar soluções baseadas em três frentes: Interaction Management, Automação e Personalização, que juntos formarão o conceito de “Full Channel”, uma visão mais consistente da gestão da jornada do cliente.

Em resumo, a ideia é trazer as melhores práticas de comportamentos sociais e humanos ao atendimento, mediante a sinergia de inteligência e emoção, integrando, de fato, todas as formas de comunicação entre as empresas e seus clientes, produtos e processos.

“Nosso propósito é fornecer muito mais que só tecnologia. A companhia irá prover melhores experiências e resultados para seus clientes e consumidores”, afirma Rouman Ziemkiewicz.

A Mutant já traz como clientes as melhores e maiores empresas no Brasil, tais como, SKY, Claro, NET, Smiles, Experian, Magazine Luiza, Banco Bradesco, entre outros. Segundo Alexandre Miyahara, “a expectativa é fechar 2016 com faturamento superior a R$ 200 milhões”.

Saiba mais sobre a Mutant no Anuário Brasileiro de Relacionamento com Clientes 2016/2017, que circulará no Conarec deste ano.