O comportamento nas redes sociais mudou. Notou a diferença?

Apesar do pouco tempo de vida, as mídias sociais têm muitas histórias para contar. O comportamento dos tempos do Orkut mudou com o tempo – esse é o ponto de um estudo sobre o tema desenvolvido pela Qualibest

Shutterstock

O mundo da tecnologia já sabe: o brasileiro adora redes sociais. Desde os tempos do finado Orkut, isso já era notável – afinal, fomos os que mais aderiram à saudosa rede e, hoje, somos público importante para Facebook, YouTube e outras. Ainda mais agora, que o smartphone nos permite dar aquela “olhadinha rápida” durante o dia todo. Assim, ficar conectado 24X7 já é quase uma realidade (só não é 100% porque, espera-se, as pessoas devem dormir!).

INSCREVA-SE AQUI E
GANHE UMA CONDIÇÃO ESPECIAL

Uma pesquisa realizada em junho pelo Instituto Qualibest mostrou isso em números: 76% dos internautas brasileiros acessam as redes sociais pelo smartphone; 62% acessam pelo desktop (computador ou notebook) e 14% pelo tablet. O Instituto realizou 3.665 entrevistas no Brasil todo, com o objetivo de traçar um panorama atual do uso das redes sociais. E os resultados mostraram algumas curiosidades.

Os entrevistados usam em média 6,5 diferentes redes sociais. As preferidas são Whatsapp e Facebook, que também são as mais acessadas. “As mulheres e a classe A puxam os números do Instagram para cima. E o acesso grande ao FaceMessenger foi uma surpresa. Uma rede que não para de crescer é o Spotify. Quem leva este número para cima são os mais jovens”, diz Daniela Malouf, sócia-diretora do Instituto QualisBest, o primeiro do Brasil a realizar pesquisas online.

INSCREVA-SE AQUI E
GANHE UMA CONDIÇÃO ESPECIAL

Redes sociais e trabalho

Mesmo durante o trabalho, os internautas ficam conectados. Muitos, pelo computador do serviço, com permissão do chefe. Ainda há, no entanto, algumas empresas que não permitem o acesso às redes.

Confira no infográfico abaixo mais números da pesquisa:

Fernanda Pelinzon

Fernanda Pelinzon




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS