Você está preparado profissionalmente para a 4ª revolução industrial?

Estudo revela quais profissões sofrerão mudanças profundas na Indústria 4.0; confira a análise de especialista

 

Na Quarta Revolução Industrial – um termo criado pelo Fórum Econômico Mundial para definir o atual estágio da evolução, novas categorias de empregos e competências estão surgindo e tomando o lugar do trabalho tradicional que já forneceram em algum momento mais oportunidades para estudantes de graduação e pós-graduação.

A pesquisa global The Future of Jobs, realizado pelo Fórum Econômico Mundial por meio de entrevistas com 371 empresas em 15 países, incluindo Brasil e México, identificou uma grande mudança na atual divulgação de vagas de emprego e das posições que serão mais oferecidas em um futuro próximo. A tecnologia está moldando a função dos profissionais da América Latina. A expectativa é que softwares, robôs, drones e outras tecnologias serão utilizadas para aumento de produtividade até 2025. A chegada das tecnologias em diversas áreas não representa o fim de algumas posições, mas sim uma mudança nas funções desempenhadas por pessoas.

De acordo com o estudo do Fórum Econômico Mundial, os empregos mais necessários em um futuro próximo serão aqueles relacionados com instalação, reparo e manutenção de robôs e impressoras 3D e com análise de dados e implementação, uso, controle e automação de sistemas. Portanto, a Quarta Revolução Industrial vai exigir mais arquitetos, matemáticos, engenheiros e analistas de dados, e o mercado de trabalho como o conhecemos passará por uma evolução. Nos últimos dez anos, o Brasil deu um salto no que diz respeito à tecnologia robótica, mas ainda sofre com a falta de investimentos em infraestrutura. A dificuldade de conseguir componentes é um dos principais desafios enfrentados pelos desenvolvedores em robótica, o que acarreta em lentidão na melhoria da tecnologia e encarecimento das pesquisas.

Para ser um profissional digitalmente experiente buscando as melhores oportunidades de emprego, é fundamental para o estudante de hoje estar ciente do que estará disponível no mercado. A Indústria 4.0 é muito mais a junção de inovações incrementais que decorrem da incorporação e, principalmente, da integração de tecnologias já disponíveis ou emergentes e que, portanto, já fazem parte do estado da arte. Assim, seus desafios estão muito mais no plano da massificação do uso do que no desenvolvimento da inovação propriamente dito.

Com a Quarta Revolução Industrial desempenhando um papel desafiador nas decisões profissionais, estudantes agora têm a oportunidade de escolher um caminho que pode contribuir para a construção de uma carreira sólida e o sucesso individual no futuro. Com essa mudança de paradigma em mente, é importante explorar as oportunidades que surgem.

Autor: Vanderlei Ferreira, country manager da Zebra Technologies no Brasil

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS