7 segredinhos sobre o Google – e que você encontra no Google

O Google chegou a maioridade em 2016 e já tem muita história para contar. A Consumidor Moderno separou sete curiosidades sobre a maior ferramenta de busca na internet

Shutterstock

O Google é uma empresa jovem, que completou apenas 18 anos em 2016. Mas não se engane com a pouca idade. A companhia tem muita história para contar e a maior delas é: ela te conhece, mas será que você conhece a companhia? Vamos a algumas histórias.

Nascimento – Primeiro que a data não necessariamente está correta. Na verdade, o registro da URL foi feito em 15 de setembro de 1997 – o verdadeiro ano de nascimento da maior ferramenta de busca do mundo. Em outras palavras, estamos falando de uma empresa com 19 anos completos. A opção pela data ocorreu em 2005, mas há controvérsia até mesmo sobre esse ano.

O nome – O nome “Google” surgiu de uma brincadeira. Explico: a palavra é um trocadilho da expressão “googol”, outra palavra também inventada dentro da Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos. O autor foi Edward Kasner, um conhecido matemático e professor universitário. Ele criou o termo para designar a centésima potência do número 10, um número que nada mais é do que o “1 seguido por 100 zeros”. O matemático foi além: ele utilizou o termo “googol-plex”, o equivalente a um “googol” seguido de um “googol” de zeros – um número tão absurdo que seria necessário preencher todo o Universo atualmente conhecido. A ideia de infinitude deu oridem ao Google.

Existia busca antes do Google? – Existia. Antes do surgimento do Google, haviam as ferramentas de busca do Altavista, Lycos, Excite e o… Yahoo.

O Yahoo quase comprou o Google – Em 1997, Sergey Brin e Larry Page, fundadores da empresa, procuraram o Yahoo e ofereceram a ferramenta de busca por US$ 1 milhão. Nada feito. Em junho deste ano, o ranking BrandZ colocou o buscador de Brin e Page no topo das empresas americanas mais valiosas, superando inclusive a Apple. O valor? US$ 229 bilhões.

Pokémon Go é fichinha perto do Google – No auge da febre do Pokémon Go, surgiram notícias de que o governo americano estaria vigiando os caçadores de monstrinhos ao redor do mundo. Isso é fichinha perto do Google. A empresa de Mountain View sabe muita coisa sobre você e ainda te mostra por meio de um site chamado My Activity (CLIQUE AQUI). Basta usar a sua senha do Gmail e voilà.

A empresa é lider em busca, mas aquele 1%… – O Google é líder em busca na internet em praticamente todos os países em que está presente. Exceto um, o que levou a empresa a encerrar as atividades neste país: a China. Hoje, o chinês Baidu detém o monopólio da busca no país e conseguiu afastar até mesmo outro concorrente, o Yahoo. Hoje, a única presença em território chinês se restringe a Hong Kong, que embora seja uma administração sino, possui regras bem diferentes do restante do país.

Nem tudo é aberto no Google – O Google orgulha-se do rótulo de empresa “open source” ou dados abertos. Mas isso não é uma verdade absoluta. Dentro do “plex”, há uma área chamada “X”, um laboratório definido pela empresa como “semi secreto”. Semi secreto? Tente entrar na empresa e dar uma fuçada para ver o que acontece.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS