Esconda o seu Samsung em um lugar distante e seguro

Não é lenda das redes sociais: a Samsung suspendeu a produção do celular Galaxy Note 7 devido a relatos de aparelhos que pegaram fogo

Shutterstock

É comum ver nas redes sociais histórias sobre celulares que explodiram. Esse, aliás, é um dos temas preferidos daqueles que não são nativos digitais. Se você é da geração Y ou Z certamente já ouviu frases como “não use o celular enquanto carrega, senão ele vai explodir na sua mão”, ou “não durma com o celular sob o travesseiro, porque ele pode explodir”.

Existem mesmo relatos que comprovam todos esses medos mas, agora, a Samsung tornou a história oficial e, de acordo com a Reuters, suspendeu a produção do celular Galaxy Note 7. Primeiro, no dia 2 de setembro, a Samsung anunciou um recall global de 2,5 milhões de Notes 7 porque baterias defeituosas do modelo fizeram algumas unidades pegarem fogo.

Nessa ocasião, a empresa encomendou novas baterias de outro fornecedor e começou a enviar aparelhos substitutos duas semanas depois do recall. Mas problemas similares surgiram em um dos aparelhos trocados em 5 de outubro, que começou a soltar fumaça dentro de um voo da Southwest Airline, nos EUA.

A pausa na interrupção, então, aconteceu devido a relatos de fogo em modelos que substituíram os primeiros aparelhos. Segundo a Reuters, as principais operadoras de telefonia dos Estados Unidos e Austrália também suspenderam as vendas ou trocas do Note 7 e grandes companhias aéreas reiteraram proibição do aparelho. Em comunicado ao mercado, a Samsung conta que está ajustando os embarques do Note 7 para permitir inspeções e maior controle de qualidade uma vez que alguns aparelhos pegaram fogo.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS