Você gostaria de viver de renda? Confira 7 passos para realizar esse sonho

O educador financeiro Robinson Trovó, dá dicas essenciais para se tornar um investidor e fazer o dinheiro trabalhar sozinho. Confira

Por: - 3 anos atrás

O sonho de viver de renda já passou pela cabeça de muita gente. Será que é possível, para qualquer pessoa comum, aprender a investir e viver apenas de juros? Segundo o educador financeiro, Robinson Trovó, criador da Trovó Academy, isso é possível, e mais, não precisa ser nenhum gênio para alcançar esse feito.

“Basta ter dedicação, estudo e força de vontade para se livrar do medo de investir”, afirma o investidor, que foi um dos cinco brasileiros a conquistar R$ 1 milhão no mercado financeiro antes dos 30 anos.

O especialista listou os 7 passos essenciais para conquistar a independência financeira e viver de renda.

    1. Ter controle financeiro
O primeiro passo, segundo o investidor, é ter controle das finanças. “Você precisa saber o quanto ganha e o quanto gasta, pois sem isso será possível poupar”, explica Trovó.

   2.  Poupar 10% do salário
A partir do momento em que se tem controle dos gastos, é preciso começar a economizar 10% do salário. “É com essa sobra que você vai começar a investir”, ensina Trovó, que ressalta a importância de ter disciplina para atingir essa meta todos os meses.

    3. Investir 90% do dinheiro acumulado em renda fixa
Quando se tem dinheiro suficiente para investir, Trovó aconselha que 90% do valor deve ser investido em renda fixa. “Como é um investimento sem riscos, é importante deixar 90% do capital nestes fundos, que vão ser a tábua de salvação para casos de prejuízo nos fundos de renda variável”, conta o educador financeiro.

4. Investir 10% do acumulado em renda variável
Com o patrimônio protegido na renda fixa, é possível utilizar 10% do capital em um fundo de renda variável, que oferece riscos, mas permite uma renda muito alta. “Quando se tem 90% do dinheiro seguro, é possível aplicar em renda variável sem medo”, explica Trovó.

5. Dedicar duas horas por dia para acompanhar os investimentos
Após se tornar um investidor, é necessário dedicar-se duas horas por dia para acompanhar os investimentos, conforme explica Trovó. “Pode ser no fim do dia, em casa”, conta. “Não precisa passar o dia preocupado com isso, mas vai ser necessário dedicar essas horas, caso contrário o dinheiro pode ser perdido por desatenção”, alerta.

    6. Ter um planejamento de investimento
Uma vez que já se sabe a quantia que será investida, também é necessário definir para onde vai o investimento. No entanto, Trovó alerta para os valores mínimos que precisam ser praticados. “Para efeitos de investimento na bolsa de valores, é necessário ter ao menos R$ 30 mil. Quem tem valores menores deve investir em mini-índices ou turbinadores de lucro”, destaca o investidor.

  7. Atingir a meta de ter um rendimento de 20% ao ano
Por fim, o caminho ideal para a independência financeira deve chegar ao ponto em que o dinheiro total investido rende 20% ao ano. “É possível que ele tenha mais rendimento ainda, mas é trabalhando com este valor que se tem garantia de risco zero”, explica.

Para resumir, Trovó conta que, antes mesmo de usar todos os sete passos, já será possível encontrar ótimos retornos financeiros. “A partir do momento em que você faz investimento em renda fixa, seu dinheiro já rende mais do que a inflação”, explica, destacando a importância de fazer todos os passos com tranquilidade e disciplina.

Pronto! Agora que você já sabe como se tornar um milionário, mãos à obra.