Galaxy Note 7 está proibido em voos nos EUA

O celular que corre riscos de explosões e incêndios está proibido de embarcar em qualquer avião nos Estados Unidos

 

Além da Consumers International (CI) estar cobrando da Samsung um plano de ação global envolvendo o problema de explosões e incêndios do Galaxy Note 7, agora as companhias áreas do Estados Unidos estão tendo que tomar uma medida drástica. A Administração de Aviação Federal dos Estados Unidos (FAA), proibiu que se voe com Galaxy Note 7.

O celular que corre riscos de explosões e incêndios está proibido de embarcar em qualquer avião nos Estados Unidos, tanto em voos locais como internacionais. Até agora, em todo mundo, já havia a orientação de que o aparelho não fosse ligado a bordo, mas nos EUA ele já não pode mais, sequer, entrar no avião. Ligado ou desligado. Na bagagem despachada ou na cabine.

As companhias aéreas dos Estados Unidos começaram a enviar mensagens de email, SMS e avisos por meio das redes sociais para informar a norma aos viajantes. A medida entrou em vigor no momento de sua divulgação, segundo alguns sites especializados.

A estimativa é que o fiasco do Note 7 já tenha custado à Samsung mais de 5,3 bilhões de dólares (17 bilhões de reais).

Com informações de El País e FAA.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS