Parabéns, Forrest, parabéns!

A editora Aleph relança o livro “Forrest Gump, o contador de história”, um dos grandes sucessos do cinema. A obra-prima de Winston Groom comemora 30 anos em 2016

Por: - 2 anos atrás

Reprodução/ Rafael Coutinho

 

Muitos devem conhecer a belíssima interpretação de Tom Hanks no filme Forrest Gump, o contador de histórias. O que nem todo mundo sabe é que a película foi baseada em um livro homônimo e que completa 30 anos em 2016.

Para celebrar a data, a editora Aleph relança a obra-prima de Winstom Groom, de 1986 (oito anos antes do filme) e com diversas surpresas “extras”. Uma delas é o conjunto de ilustrações do quadrinista Rafael Coutinho – lindos e de bom gosto, por sinal.

Além disso, no livro, há um ensaio feito pela professora francesa chamada Isabelle Roblin, que, em suma, afirma o que todo mundo sabe sobre versões: o livro é diferente do filme. O blog Página Cinco, do Uol, reproduziu o trecho da obra sobre essas diferenças: “O propósito de Forrest não é apenas fazer o leitor rir, mas também permitir que entenda a tolice e o absurdo do mundo onde vive, e em particular da história e das instituições dos Estados Unidos, como os presidentes americanos, a Guerra do Vietnã, a NASA e a indústria do cinema, que são ferozmente satirizados no romance por meio do ponto de vista do idiota. O tom satírico do livro foi totalmente eliminado do filme e substituído por uma forma suave de humor, na qual o espectador ri do idiota, um personagem adorável e sem senso crítico, e não com ele”.

“Run, leitor, run”, e veja algumas das ilustrações de Coutinho abaixo.

 

84accc08-6e01-4bbf-ba6f-dd7891a1985a

 

 

Reprodução/ Rafael Coutinho

Reprodução/ Rafael Coutinho

 

Com informações do blog Página Cinco