Veja as 4 principais novidades no trânsito

Um pacote de novidades no trânsito foi anunciado em único dia e, sinceramente, deixou muita gente confusa. Sem problemas. Explicamos o que mudou para você

Por: - 3 anos atrás

Shutterstock

Ficou confuso com as muitas mudanças no trânsito anunciadas recentemente? Foi farol, aumento de multa, proibição de som automotivo…

Para que você, consumidor moderno, não saia fazendo peripécias nas ruas, avenidas e rodovias do país, elaboramos uma lista rápida com todas as mudanças. Veja o que mudou e boa viagem.

 

Valores das multas vão subir

A partir de 1º de novembro, os valores das multas serão reajustados. As multas por infrações leve, média, grave e gravíssima vão ter aumentos que variam de 52% a 66%. A gravíssima, por exemplo, vai custar R$ 293,47.

 

Arte/ Fernanda Pelinzon

Arte/ Fernanda Pelinzon

 

Embriaguez ao volante terá multa de quase R$ 3 mil

Quem for pego dirigindo embriagado, a multa será de R$ 2.934,00 a partir de 1º de novembro – dez vezes o valor da gravíssima. Em caso de reincidência em menos de 1 ano da primeira multa, o valor é dobrado: meros R$ 5.869,40

Farol aceso (de novo)

Você se lembra da exigência de dirigir com os faróis ligados na estrada? Pois bem, ela voltou e já está valendo novamente. O Tribunal Regional Federal decidiu que a multa pode ser aplicada em todo o país – desde que a estrada esteja bem sinalizada. A partir do 1º novembro, a multa será de R$ 130.

“Dá para baixar o volume?”

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou a multa para por causa do som alto. Antes, em linhas gerais, a norma exigia o uso de um aparelho chamado decibilímetro por conta do limite anterior de “até 80 decibeis”. Agora, a lei não obriga o uso do aparelho. A infração é grave (5 pontos) e a partir de 1º de novembro terá multa de R$ 195,23 e retenção do veículo.