O fim da longa distância

Anatel retira tarifa de interurbano entre cidades vizinhas de diversas regiões e preço pode ser 60% menor. Veja a lista

Rodrigo Denúbila/Flickr

A partir de domingo (30/10) as chamadas dos telefones fixos para municípios vizinhos ficarão mais baratas para consumidores de 587 cidades, segundo informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta quinta-feira (27/10). Estas ligações deixarão de ser cobradas como interurbanas e passarão a ter a mesma tarifa das chamadas locais.

A estimativa da Agência é de uma redução de 60% no custo da ligação, considerando que o minuto de uma ligação local custa e o valor médio para o minuto de uma chamada de longa distância gira em torno de R$ 0,20.

A queda de preços beneficiará regiões metropolitanas e áreas de conurbação de diversos estados em todas as regiões – no total, são 281 municípios da região Sul; 199 do Nordeste; 69 do Sudeste e 38 municípios da Região Norte (veja a lista completa abaixo).

Tratam-se de três tipos de áreas que a Anatel classifica como “região metropolitana”, “região integrada de desenvolvimento” e “área de continuidade urbana”. São os tipos de complexos urbanos onde os municípios estão unidos geograficamente ou por integração da atividade econômica.

As novas áreas se juntam às 39 regiões urbanas que desde 2011 já estavam regulamentadas pela Anatel para pagarem preço de local nas ligações fixas entre si, casos como da região metropolitana do Rio de Janeiro e a Baixada Santista. Os 39 municípios que compõem a região metropolitana de São Paulo, e que possuem o código de área 011, já pagam menos para falar entre si desde 2005.

anatel_lista de estados

anatel_lista de estados2

 

Ilustrações: Fernanda Pelinzon






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS