Consumo no banco dos réus: quem é o mais acionado na Justiça?

Levantamento feito pela Consumidor Moderno mostra quem mais senta no banco dos réus e/ou procura a Justiça com base no Código de Defesa do Consumidor

Shutterstock

Você sabe quem mais recorre à Justiça com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC)? Ou o inverso, ou seja, quem é o setor que mais senta na cadeira do banco dos réus sob o argumento da letra fria do direito do consumidor?

De acordo com números do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o grupo pessoa física (ou pessoas comuns como eu e você) é o líder do ranking de quem mais acionou a Justiça entre os anos de 2011 a 2015. No total, foram 1.053.642 ações movidas por esse grupo com base no direito do consumidor.

Já do outro lado do litígio, o principal réu é o setor que engloba as instituições financeiras – algo previsível, uma vez que é o setor que possui o maior número de clientes ao lado de telecomunicações. Ao todo foram 520.678 ações como rés no mesmo período.

O assunto foi tema do evento A Era do Diálogo deste ano, com o tema Menos Litígio e Mais Diálogo. Os números foram discutidos no painel Os Custos Ocultos do Litígio. Veja o que rolou NO SITE DO EVENTO e veja o debate no vídeo a seguir.

 

 

O curioso é que o próprio consumidor é o grupo que mais no banco dos réus quando o assunto é o direito do consumidor, perdendo apenas para os setores financeiro e de serviço. A seguir, veja os dados que reunimos com exclusividade com o TJ-SP.

Arte/ Fernanda Pelinzon

Arte/ Fernanda Pelinzon




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS