5 dicas para não cair no golpe do emprego na internet

A internet está cheio de falsos sites que prometem emprego, mas querem apenas entregar vírus – um monte deles, aliás. Veja dicas para não cair nesse golpe

Por: - 3 anos atrás

Shutterstock

A crise econômica acentuou o desemprego no país – e isso todo mundo já sabe. Estima-se que o número de pessoas fora do mercado de trabalho supere os 12% da população brasileira. Mas tem o fim do ano e, com ele, a abertura de vagas temporárias. Vá em frente, mas cuidado com alguns falsos sites de emprego espalhados pela internet. Eles são armadilhas de hackers.

Diante disso, a Kaspersky Lab, uma das maiores empresas de segurança do mundo, preparou dicas que podem ajudar a proteger seu computador contra esses golpes:

1)    Busque vagas de emprego em sites conhecidos: dê preferência para agências de emprego conhecidas ou busque uma vaga visitando diretamente o site da empresa de interesse. Não confie em vagas divulgadas em redes sociais ou recebidas por e-mail, sem que você as tenha solicitado
2)    Em caso de dúvida, consulte o Registro.br: se você encontrar um site desconhecido, ou suspeito, use o serviço de “who is” (Quem é) do Registro.br, que informa quem é o dono do site. O site de uma grande empresa varejista ou de uma agência de empregos estará registrado sob o nome da empresa, e não de uma pessoa física, que registrou o domínio recentemente, usando uma conta de e-mail gratuita. Para acessar o serviço acesse AQUI:
3)    Não confie em resultados patrocinados que aparecem em sites de busca: cibercriminosos brasileiros têm constantemente comprado anúncios patrocinados para que seus sites falsos apareçam entre os primeiros resultados no momento da busca. Digite o endereço do site que quer visitar diretamente no navegador, evitando clicar nos links patrocinados.
4)    Não confie em arquivos executáveis baixados de sites: para enganar as vítimas, os criminosos brasileiros têm usado arquivos de script, com as extensões JS, JSE, VB e VBE, entre outras, e anexos em mensagens de e-mail ou em arquivos compactados. Arquivos com essas extensões são potencialmente maliciosos e podem infectar seu computador se forem abertos.
5)    Verifique se seu computador está limpo: o Kaspersky Security Scan é gratuito, pode ser baixado e usado por qualquer usuário, além de verificar se seu computador foi infectado.