Canadense compra gato falso por R$ 2300

Gato vira-lata teve a pele machucada quando rasparam seus pelos para que ele ficasse parecido com um dos famosos gatos carecas

Shutterstock

Até onde vai a ambição humana? Depois do caso que chocou muita gente em que um cachorrinho foi mutilado para ser vendido online, foi a vez de um gatinho ser maltratado.

A canadense Joanne Dyck pagou US$ 700 (o equivalente a R$ 2300) em um gato da raça Sphynx, aqueles gatos que são “carecas”, e descobriu que havia sido enganada: levou para casa apenas um gato sem raça definida que teve os pelos raspados. Como Vlad (o nome que a família escolheu para o bichano) é bastante magro e tem o rosto angular, passou por um Sphyx quase que tranquilamente.

O filho de Dyck foi o primeiro a suspeitar do negócio, já que o gato se comportava de maneira diferente dos outros Sphynx da casa: ele não queria colo, não interagia com os outros bichos e miava bastante. Então, a família levou o pet a um veterinário que não só descobriu que os pelos do bichano haviam sido raspados, como também constatou que a pele dele estava toda machucada. O gato correu até mesmo o risco de perder o rabo.

“Eu pensei que ele miava muito por estar sentindo falta da mãe, mas depois passei a desconfiar que era pela dor causada pelos machucados, mesmo motivo pelo qual ele não queria carinho”, declarou Dyck ao jornal canadense CBC News.

Ela está alertando outras pessoas pelas redes sociais, porque desde que postou a história já encontrou outras duas mulheres com casos semelhantes. A Sociedade Protetora dos Animais de Alberta passou a investigar o caso.

O pequeno Vlad, agora com os pelos crescendo e os ferimentos curados, vive com Shaniya Yung, para quem Dyck vendeu o filhote, já que ele não se dava com os outros gatos.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS