O Whey após o treino pode estar com os dias contados

A Anvisa publicou novas regras para o comércio de suplementos alimentares. Ao que tudo indica, “mandar o Whey no pós-treino” é uma prática que pode desaparecer se depender da agência reguladora

Shutterstock

Quem já foi ou frequenta a academia, provavelmente ouviu algo como “mandar whey após o treino”. Se depender do governo federal, essa expressão pode estar com os dias contados.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou recentemente novas regras para a venda de suplementos alimentares. A novidade é uma mudança singela, mas que deixa claro o objetivo desse tipo de produto: em vez de “suplementos alimentares para praticantes de atividades físicas” o rótulo vai conte “suplementos alimentares para atletas”.

O objetivo da Anvisa é evitar o uso indiscriminado dos suplementos alimentares, consumidos até agora sem muito critério pelos frequentadores de academias de todo o país. Havia o entendimento de que o antigo rótulo poderia induzir o consumidor ao erro já que falava em alimentos para praticantes de atividades físicas, ou seja, qualquer intensidade de exercício.

A mudança não é à toa. No entendimento da agência, suplementos alimentares para atletas só devem ser usados por quem pratica exercícios de alto desempenho, ou seja, os atletas profissionais. Aos demais, uma dieta basta. Além disso, há riscos como o de engordar ou sobrecarregar rins e outros órgãos.

A questão é: quem vai fiscalizar a venda desses produtos?

Com informações do R7

 

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS