Black Friday teve menos clientes no varejo físico do que 2015

Informações da Seed digital analisa o fluxo de pessoas em lojas de rua e shoppings do País durante a data e o mês de novembro inteiro. Confira os dados

Apesar de a Black Friday ser uma data esperada por todo o comércio – e pelos consumidores –, o varejo físico não recebeu tantos visitantes assim como no ano passado. Segundo o Índice Seed de Varejo (ISV, levantamento realizado pela Seed, empresa de inteligência de varejo), o fluxo de visitantes no varejo físico caiu 13% em relação à Blak Friday de 2015, na comparação do dia 25 de novembro de 2016 com o dia 27 de novembro do ano passado.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Considerando o fim de semana completo, quando o comércio aproveita para manter as ofertas da Black Friday, a queda foi de 17% em relação ao ano anterior. Já quando é considerado o mês de novembro inteiro, a queda é bem menor, de apenas 3% em relação ao mesmo mês de 2015.

Ainda de acordo com os números do ISV, a Black Friday de 2016 correspondeu a 8% do fluxo total do mês de novembro, enquanto o fim de semana do evento (entre 25 e 27 de novembro) representou 18%. A semana que antecedeu a data de descontos representou 30% do fluxo de clientes.

O “Índice Seed de Varejo” analisa o fluxo de pessoas em lojas de rua e shopping. Ele é calculado automaticamente por meio da ferramenta da Seed Digital implantada em seus clientes. A tecnologia da empresa conta com sensores de contagem de pessoas nas entradas dos estabelecimentos. Os números apresentados no levantamento são a consolidação das informações dos clientes, agrupados entre lojas de shoppings e lojas de rua.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS