7 passos para ser um líder melhor em 2017

Quando uma equipe tem um exemplo de inspiração a seguir, os resultados chegam com muito mais facilidade. Saiba o que mudar

O líder dentro de uma organização torna-se o ponto de equilíbrio e peça-chave para fazer a diferença e buscar resultados. Ele deve, mais do que todos, acreditar no potencial da empresa e de sua equipe. No mercado, é comum observarmos bons profissionais que alcançam o papel de líder, mas, por inabilidade ou despreparo, não conseguem desenvolver esse papel adequadamente, o que pode comprometer o clima da organização e até mesmo os seus resultados.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Muito se confunde ser “líder” e ser “chefe”. A liderança não é apenas coordenar os trabalhos, é preciso ser inspirador, motivador de equipes, saber demonstrar o caminho a ser seguido.

É válido lembrar que nem todas as pessoas nascem com perfil de liderança e existem características que devem ser identificadas e potencializadas. Desenvolver essas competências torna-se fundamental tanto para o sucesso de um líder quanto para o resultado da empresa e sua capacidade de empregabilidade. Podemos destacar alguns pontos fundamentais para atingir este objetivo:

1- O primeiro diferencial é que o líder deve ser um apaixonado pelo que faz. Se isso não acontece, não haverá inspiração e entusiasmo. Assim, se quer se tornar um bom líder, tenha em mente que fazer o que ama é um grande diferencial para isso.

2- Um líder deve ser um profissional em que as pessoas confiem, por isso deve ser sincero e ter engajamento. Também é importante que demonstre maturidade com base em experiências passadas e teóricas, pois tem que estar em busca pela melhoria contínua.

3- O conhecimento do que faz e a curiosidade de buscar coisas novas é fundamental. O líder deve ser a base de informações e alternativas, ele deve estar sempre se aprimorando, senão pode perder o respeito de seu time.

4- Saber arriscar é imprescindível. Por isso, é fundamental que se tenha audácia quando necessário, além de controle sobre posicionar sua opinião. Claro, é necessário, também, que se assuma responsabilidade e culpas quando necessário.

5- Autoconhecimento e autocontrole são fundamentais, pois só olhando para dentro de si que o líder saberá como agir com os parceiros e os seus limites.

6- Ter resiliência é fundamental, pois é necessário estar pronto para mudar de rota sem perder a serenidade e foco, conduzindo sua equipe nas mudanças que o mercado impõe.

7- Comunicar bem é fundamental. Hoje, um dos grandes erros de um líder é não saber deixar claro para equipe os caminhos tomados e os motivos. É preciso saber falar, fazer reuniões e convencer.

 

*Celso Bazzola é diretor executivo da BAZZ Estratégia e Operação de RH






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS