Criatividade e inovação para superar desafios

Ralph Schweens, presidente da BASF para a América do Sul, fala sobre como cultivar uma cultura criativa dentro de uma empresa nos dias atuais

Criatividade e inovação são pilares principais de uma organização competitiva e moderna. A BASF é uma das companhias que tem buscado democratizar processos criativos e inovadores ao longo de sua história.

De acordo com Ralph Schweens, presidente da BASF para a América do Sul, a empresa incentiva seus colaboradores, por exemplo, a participarem de diversos programas de inovação com sugestões e ideias, estimulando-os a pensar em novas formas de trabalho e produtos. O programa Eureka é um bom exemplo. Com mais de 30 anos de existência ele incentiva os colaboradores a darem ideias inovadoras para implementar boas soluções na BASF na América do Sul.

Foi sobre como criar e cultivar uma cultura criativa dentro de uma empresa que conversamos com Ralph Schweens.

CM – Como dar início e cultivar uma cultura de criatividade nas organizações para a criação de inovações que possam representar novos modelos de negócio e de receita e ainda gerar grande apelo para os consumidores?

Ralph Schweens – A inovação é um fator primordial para o sucesso e a sustentabilidade do negócio. A BASF, como empresa química líder em inovação, vê a inovação como fundamental para a sociedade moderna e a relaciona sempre à melhoria contínua e ao desenvolvimento de soluções mais próximas dos clientes. Para tanto, além de fortalecer os processos buscando excelência nas áreas funcionais e operacionais, a BASF tem buscado democratizar a participação dos stakeholders nos processos de inovação e criação. A empresa incentiva seus colaboradores, por exemplo, a participarem de diversos programas de inovação com sugestões, ideias e projetos, que se convertem em premiações, estimulando-os a pensar em novas formas de trabalho, processos, produtos, serviços e soluções. Com mais de 30 anos de existência, o programa Eureka incentiva os colaboradores a darem ideias inovadoras para implementar boas soluções na BASF na América do Sul. Grande parte das ideias recebidas tem como foco a redução do consumo de recursos naturais e a economia de processos, com foco em melhores resultados financeiros para a companhia. Vale ressaltar que, quando falamos de uma empresa com atuação regional, é necessário ter uma visão contextualizada de cada localidade em que a companhia se encontra, para que os resultados sejam os esperados.

CM – O ambiente econômico do Brasil inibe a criatividade dentro das organizações?

Ralph Schweens – Acredito que devemos nos valer da inovação para superar desafios e atingir a melhoria contínua, principalmente em períodos de dificuldades econômicas. Fazendo sempre igual, não conseguimos achar as oportunidades em tempos de crise. A BASF enfrentou momentos de crises severas e também de franco crescimento no Brasil. A inovação esteve presente sempre, já que o mercado é competitivo e o ambiente é favorável para novas ideias, modelos de negócio e soluções criativas.A criatividade e a busca pela excelência são primordiais para entregarmos a melhor solução ao mercado, principalmente em momentos desafiadores na economia e política.

“É com ideias diferentes que conseguimos soluções criativas e assertivas que levam ao sucesso do negócio” – Ralph Schweens.

CM – Como equilibrar liderança criativa e liderança voltada a resultados neste momento econômico?

Ralph Schweens – No meu ponto de vista estes não são estilos antagônicos. O foco em resultados é o que move uma organização ao sucesso e isso deve ser feito sempre desafiando para fazer o melhor, diferente e inovador. Acredito que devemos nos valer da inovação para podermos superar desafios e atingirmos a melhoria contínua e os melhores resultados. Além disso, em um mercado competitivo como o da América do Sul, é muito importante se diferenciar dos outros e trazer soluções inovadoras e sustentáveis para o mercado. A inovação é um fator primordial para o sucesso e a sustentabilidade dos negócios. Acredito que ter uma visão global é extremamente relevante. Dessa forma, é fundamental a valorização da diversidade. É com ideias diferentes que conseguimos soluções criativas e assertivas que levam ao sucesso do negócio.

Leia mais sobre criatividade nas empresas na edição 220 da revista Consumidor Moderno. Baixe aqui






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS