A verdade por trás de cada selfie

Um recente estudo da Kaspersky Lab revela o perfil das pessoas nas redes sociais. Um dado curioso é que um em cada 10 pessoas distorce a realidade apenas por um “like”

Tempo de leitura: 2 minutos

18 de janeiro de 2017

Shutterstock

A selfie ou a frase de efeito publicada nas redes sociais condizem com um ponto de vista verdadeiro ou a realidade do autor? Nem sempre.

Essa é uma das conclusões de um recente estudo da Kaspersky Lab, uma das mais renomadas empresas de software de segurança do mundo. De acordo com o levantamento, um em cada 10 usuários distorceria a realidade nas mídias sociais para que mais pessoas possam curtir suas postagens.

Verdade ou não, a pesquisa exibe ainda outros curiosos insights sobre o universo da selfie. Um desses dados é que os homens são mais propensos que as mulheres a abrir mão de sua privacidade nas postagens. Além disso, um décimo (9%) dos homens publicaria sua própria foto sem roupas, em comparação com apenas 5% das mulheres. E 13% dos homens publicariam fotos de seus amigos usando algo comprometedor.

Para chamar a atenção e garantir um grande número de curtidas, uma em cada dez pessoas (12%) finge estar em algum lugar ou fazendo algo que talvez não seja exatamente verdade. No caso dos homens, essa porcentagem chega a 14%, o que sugere que muitos preferem a atenção nas mídias sociais do que compartilhar um retrato realista de suas vidas.

A pesquisa revela que os homens são afetados pelo número de curtidas que recebem nas redes sociais e, na busca por mais curtidas, são mais propensos que as mulheres a mostrar algo vergonhoso ou confidencial sobre seus colegas de trabalho, amigos ou empregadores. Assim, 14% dos homens disseram que revelariam um segredo sobre um colega de trabalho, em comparação com 7% das mulheres; 13% estão dispostos a postar um segredo de seu empregador, e 12% mostrariam algo vergonhoso sobre um amigo, em comparação com 6% das mulheres.

Os homens também ficam descontentes quando não conseguem as curtidas que esperam; 24% temem que, se poucas pessoas curtirem suas postagens, os amigos acharão que eles não são populares, em comparação com 17% das mulheres. 29% dos homens também admitiram que ficam incomodados quando alguém importante para eles não curte suas postagens.

Em busca por curtidas, os homens tendem a ir mais longe que as mulheres, publicando coisas que podem comprometer a eles e seus amigos. Segundo a Dra. Astrid Carolus, psicóloga especializada em meios de comunicação de massa da Universidade de Würzburg, isso “está de acordo com o pressuposto de que os homens são um pouco menos focados na harmonia social e mais dispostos a correr riscos”. Assim, 15% dos homens declararam que postariam uma foto de amigos alcoolizados, em comparação com 8% das mulheres. 12% dos homens publicariam sua própria foto usando algo comprometedor, e 9% dos homens estão dispostos até a postar uma foto deles mesmos nus, em comparação com apenas 5% das mulheres.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS