Cai o número de pessoas com planos de saúde no Brasil

Dados do IESS mostram que mais de 1,2 milhão perderam os seus respectivos planos de saúde em 2016. O motivo é o desemprego

Shutterstock

Considerado o terceiro sonho de consumo do brasileiro, os planos de saúde exibiram uma sensível queda no número de beneficiados em 2016. E o motivo não poderia ser outro: a crise econômica no Brasil.

De acordo com dados da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), produzida pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o setor perdeu 1,37 milhão de beneficiários, uma queda de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. A informação é do site Terra.

RESPEITO AO CONSUMIDOR? VEJA NA EDIÇÃO DESTE MÊS DA CONSUMIDOR MODERNO

A região Sudeste puxou a queda do total de beneficiários de planos médico-hospitalares em 2016. Nos 12 meses encerrados em dezembro, 1,37 milhão de vínculos foram rompidos (retração de 2,8%) no Brasil, sendo que 1,1 milhão destes, o que equivale a 79,9%, se concentram no Sudeste.

Apenas no Estado de São Paulo, 630,3 mil beneficiários deixaram de contar com o plano de saúde médico-hospitalar. O número é maior do que a soma de vínculos rompidos em todas as outras regiões do Brasil e equivale a 46,1% do total de vínculos rompidos no País.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS