3 Preocupações dos Millennials com o trabalho

Estudo da Edenred mostra os principais fatores de preocupação que os jovens da Geração Y têm em relação ao trabalho. Confira

Dentro do ambiente de trabalho, existem alguns pontos que geram preocupação entre os jovens da Geração Y, os Millennials. Para entender quais são esses pontos, a Edenred, empresa detentora da Ticket, realizou estudo com a Ipsos para entender o nível de bem-estar desses jovens.
A título de comparação, o estudo também ouviu jovens com idade acima de 30 anos.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
“Observamos que, apesar da diferença de idade e da forma como as gerações se relacionam com o mercado de trabalho, as reações diante dos desafios e os parâmetros de avaliação são muito semelhantes, embora apresentem leve variação”, afirmou, em nota Juliana Konevalik, Coordenadora de Estratégia e Marketing de produto da Ticket.
“Entender esse cenário é essencial para a gestão de talentos. Quando os líderes compreendem as necessidades de seus colaboradores, podem atuar de forma mais efetiva no desenvolvimento e na retenção da equipe”, disse.
O estudo – Barômetro 2016: Bem-estar no Trabalho – mede a satisfação dos trabalhadores em relação ao emprego formal, ambiente da empresa e os benefícios recebidos. Foram ouvidos mais de 14 mil colaboradores em 15 países onde há atuação do grupo Edenred. No Brasil, foram entrevistados 802 trabalhadores registrados.
Veja quais são as principais preocupações da Geração Y no trabalho:
1. Salário
Segundo a pesquisa, 40% dos jovens se preocupam com o salário. Ao contrário do que prega muitos estudos, a remuneração conta para boa parte dos jovens. Entre profissionais com idade acima de 30 anos, o salário é preocupação de 42% dos entrevistados.
2. Permanência na empresa
A pesquisa também mostrou que 36% dos jovens profissionais mostram-se receosos em relação a possibilidade de perder o emprego. Entre os profissionais com idade acima dos 30 anos, esse porcentual é maior, de 40%.
3. Tempo gasto no trabalho
Ficar muito tempo no trabalho é negativo para 24% dos entrevistados da Geração Y, ao passo que essa preocupação figura na lista de 18% dos profissionais mais velhos.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS