Startup cria rede de “recebedores” para compras via e-commerce

A intenção do aplicativo é ajudar os consumidores que não têm disponibilidade de horário para receber suas encomendas. Conheça o modelo adotado

O e-commerce é uma opção cada vez mais popular para os consumidores. Muitas vezes, porém, os clientes passam por uma pequena crise: o horário de entrega da encomenda. Pensando nesse quadro, a startup Pegbox desenvolveu um aplicativo para ajudar exatamente o público que não consegue receber seu produto no horário comercial.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
A plataforma conecta os usuários aos chamados “recebedores” – pessoas dispostas a receber as compras, com tempo disponível em horário comercial. As encomendas podem ser desde simples documentos até eletrônicos. Cria-se, então, um ambiente de economia colaborativa em que é possível contar com uma rede de pessoas perto de sua residência ou trabalho para mandar os pacotes.
Benefícios

Divulgação

Divulgação


Segundo a empresa, o “recebedor” arrecada de 47% a 65% do valor do serviço e complementa a sua renda. Fora isso, é ele quem decide quais encomendas aceitará, sejam elas de todos os tipos ou apenas as menores.
Para os e-commerces, o ponto positivo é diminuir o retorno de produtos, além de atrair uma parcela de consumidores que acabam deixando de comprar online devido à disponibilidade de horário.
Para afastar a possibilidade de golpes, a Pegbox analisa cada “recebedor” cadastrado e oferece uma ferramenta de avaliação no app. Isso faz com que usuários sejam bloqueados em caso de fraude ou qualquer violação ao contrato.
Fundada em 2016, a startup desenvolveu o  app para Android e, em breve, deixará disponível para iOS e também para web. O negócio já está presente em mais de 20 cidades.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS