A música perfeita para bebês – feita por cientistas

Após meses de pesquisas e testes, psicólogos britânicos criam a primeira música cientificamente construída para fazer bebês sorrirem. Ouça!

Por: - 2 anos atrás

The Happy Song/Divulgação

 

Separe alguns sons de animais, adicione risadas de bebês, junte andamento alegre e alguns ruídos secos e pronto. Você está perto da música perfeita para fazer um bebê alegre.

Foi a elementos como estes que chegou uma pesquisa feita pelos psicólogos Caspar Addyman e Lauren Stewartdois, pesquisadores da Universidade de Goldsmith, em Londres, em busca da melodia ideal para ser ouvida pelos pequenos. A intenção era encontrar o sons que os fazem sorrir e se alegrar, com foco na faixa dos 6 meses até 2 anos de idade.

O resultado foi a “Happy Song”, título que recebeu a composição assinada pelos pesquisadores e pela cantora vencedora do Grammy e mãe de uma menininha de 1 ano e meio Imogen Heap. A entidade de apoio a pais e filhos C&G Baby Club e a agência BETC London também ajudaram.

Para chegar à canção final, Assyman e Stewart consultaram 2.300 pais e mães do Reino Unido, que informaram quais tipos de sons pareciam mais animar os seus filhos. Risadas de bebês (28%), sons de animais (23%) e até espirros, mencionado por 51% deles, foram algumas das menções.

Vários ritmos e ruídos foram criados a partir disso e testados com 56 bebês ao longo de três meses. Todas as reações de cada um deles foram monitoradas a cada tipo de estímulo, como movimentos, sons vocais, expressões faciais e batidas cardíacas.

O processo certificou algumas conclusões sobre que faz os bebês felizes. Compassos acelerados são os preferidos, eles gostam de sons “sociais”, como o de animais ou das risadas, e de efeitos que sejam simples, como o som de sinos ou beijos, por exemplo. Pausas secas e sons explosivos, que suspendem o ritmo e causam surpresa, também puxam risadas. A voz feminina é mais bem quista por eles.

No resultado final, uma canção melódica e alegre de pouco mais de dois minutos é permeada por ruídos que vão de assobios e risadas a barulhos de bicicleta, submarinos e até foguetes. O tempo, conta o portal da universidade, ficou em 4/4, o mais comum e mais fácil de acompanhar, e o tom, em E maior, veio da voz de Imogen.

Ouça aqui
A música completa está disponível online no Spotfy, aqui. Também foi criada uma página especial para o projeto, a Soundofhappy.com. Nela, além de ouvir a faixa completa e ver vídeos do making of, os pais e seus pequenos também podem brincar com uma pequena aplicação que permite escolher ritmos e ruídos e montar a própria música.

A “Happy Song” também pode ser ouvida neste vídeo, que mostram sete famílias que testaram a música com os filhotes e filmaram os resultado.