Com 64 novas lojas, Renner tem lucro 8% maior em 2016

Companhia encerrou o ano com uma receita líquida acumulada de R$ 5,7 bilhões. Confira o que fez a empresa crescer em meio à crise

A Lojas Renner, empresa das marcas Renner, Camicado e Youcom, conseguiu crescer no ano passado. Ao todo, a empresa conquistou um lucro líquido 8% maior, em relação a 2015, em R$ 625 milhões. A empresa conquistou uma receita líquida de R$ 5,7 bilhões em 2016, um crescimento de 5% frente a 2015.
“Superando desafios. É o que melhor define o ano de 2016 para a Lojas Renner. Diante da economia em recessão e de uma grave crise política em âmbito nacional, reforçamos a nossa crença de que marcas fortes, com diferenciais competitivos claros e proposição de valor consistente são capazes de, mesmo em cenários adversos, dar continuidade a uma trajetória de crescimento com rentabilidade”, disse a empresa em relatório assinado pelo presidente da empresa, José Galló, e o presidente do Conselho de Administração, Osvaldo Burgos Schirmer.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
“Isto é reflexo da nossa proximidade com os clientes, do conhecimento sobre moda e do conjunto de práticas diárias em constante aprimoramento, com foco na simplicidade dos processos e voltadas à eficiência operacional”.
A companhia conseguiu aumentar as margens e geração de caixa. Ao longo de todo o ano, a empresa conseguiu manter e até aumentar o plano de expansão da companhia. Ao todo, a empresa investiu em R$ 512,6 milhões para a abertura de 64 lojas – entre Renner, Camicado e Youcom e a reforma de 14 unidades. Além disso, a companhia ampliou a sede administrativa.
Quarto trimestre
No quarto trimestre de 2016, a empresa conseguiu crescimento de 4,5% nas vendas, totalizando R$ 1,9 bilhão. E um lucro 19,2% maior, em relação ao trimestre anterior.
Segundo a empresa, o último período do ano “foi marcado pela agilidade da Companhia na gestão de suas despesas operacionais, adequando-as a um menor nível de vendas que, somado a boa gestão comercial, mesmo em um ambiente mais promocional, permitiu atingir Margem EBITDA de Varejo de 26,3%”, comentou a empresa em relatório.
Além disso, os produtos financeiros também contribuíram para os bons resultados da empresa.
“Entre outubro e dezembro, as vendas mantiveram o ritmo gradual de retomada, já iniciado no final do trimestre anterior, uma vez que foram adotadas as medidas necessárias para ajustes em duas marcas do feminino, o que também refletiu em uma boa aceitação das coleções de verão e de alto verão”, afirmou a empresa.
Enquanto as vendas de Natal, em geral, não foram positivas para o varejo nacional, a companhia conseguiu cumprir as expectativas. “As vendas do Natal foram em linha com as expectativas da Companhia, entretanto, não foram suficientes para compensar o reduzido fluxo nos shoppings e o ambiente macroeconômico, que continuou influenciando de forma relevante o comportamento do consumidor e, consequentemente, a dinâmica do varejo, onde foi percebido, mais uma vez, um mercado bastante promocional”, disse.
No trimestre, a empresa seguiu seu plano de expansão e inaugurou 26 lojas, sendo 10 da Renner, 9 da Camicado e 7 da Youcom. Os investimentos totalizaram R$ 160,2 milhões, ante R$ 186,6 milhões do mesmo trimestre de 2015.
Ao todo, a empresa tem 300 lojas Renner, 85 Camicado e 59 Youcom.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS