Quais fatores influenciam a decisão de compra dos brasileiros?

Estudo da Deloitte destaca o comportamento dos consumidores neste início de ano e ressalta as melhores estratégias para as vendas do varejo. Confira

Com o cenário econômico incerto, o consumidor brasileiro procura planejar seus gastos com mais cautela. O estudo “Hábitos e tendências de consumo do brasileiro no início de 2017”, realizado pela Deloitte, aponta que, para as compras dos primeiros meses do ano, o principal fator levado em consideração é o desconto.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
Mesmo com relação às tradicionais liquidações de começo de ano, 63% dos participantes destacaram que o fator “maior desconto para pagamento à vista” é o mais valorizado no momento da compra. Com 44%, ficam as promoções do tipo compre um e leve dois, seguidas das ofertas de produtos de mostruário com preços reduzidos, com 31%.
Nesse contexto, a publicação da Medida Provisória 764/2016, no final do ano, auxilia tanto os consumidores quanto os varejistas, já que autoriza os comerciantes a cobrarem preços diferentes para um mesmo produto, dependendo da forma de pagamento escolhida pelo cliente.
“A medida veio acabar com uma insegurança jurídica que atingia os varejistas, já que esse tipo de diferenciação na cobrança era oficialmente proibido, bem como se tornou um ótimo impulso para melhorar suas vendas”, lembra Reynaldo Saad, sócio-líder para a indústria de Bens de Consumo e Produtos Industriais da Deloitte Brasil.
Em relação ao canal de compras priorizado, dos 1.084 pesquisados, 48% afirmaram ter concentrado suas compras na Internet; enquanto que 47% priorizaram lojas físicas; e 5% disseram que sequer fizeram compras de Natal.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS