INFOGRÁFICO: A “traição” dos casais no Netflix

Admita: você combinou de ver uma série do Netflix com o namorado (a), não aguentou esperar e viu o vídeo antes do horário combinado – e ainda omitiu essa informação. Veja o estudo sobre “traição” no Netflix

Shutterstock

Confesse: você já combinou de ver uma série da Netflix com o seu namorado (a), não aguentou esperar e deu play no vídeo antes da data marcada. E pior: é possível que tenha omitido essa informação do parceiro e até reviu o vídeo – e até deixou escapar um ou outro spoiler. Ou seja, houve “traição”.

Essa “traição” foi alvo de um estudo de comportamento do próprio Netflix. O levantamento mostrou que quase a metade dos casais ao redor do mundo (46%) admitiram ter visto um ou mais vídeos antes que o parceiro (a). E, uma vez que você trai, você não consegue parar: 81% dos clientes infiéis são reincidentes e 44% traíram três ou mais vezes.

Os maiores infiéis estão no Brasil e no México, onde 58% dos casais que fazem streaming já traíram. Os espectadores mais fiéis estão na Holanda (73% nunca traíram), Alemanha (65%) e Polônia (60%). E quem “trai” mais: homem ou mulher? Os homens saem na frente, com 53% na “escala traidora”, deixando as mulheres com 47%. A pesquisa foi conduzida pelo SurveyMonkey entre 20 e 31 de dezembro de 2016 e é baseada em 30.267 respostas.

Veja esses e outros dados da pesquisa no infográfico:

Netflix/ divulgação

Netflix/ divulgação

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS