Lucro da Natura cai 42,2% em 2016

Com vendas estáveis, companhia conseguiu fechar o ano no azul, apesar do recuo do lucro em relação a 2015. Veja os números

A Natura fechou 2016 com lucro líquido consolidado 42,2% menor do que o verificado em 2015, em R$ 296,7 milhões, segundo reportou a empresa. A redução veio mesmo com vendas estáveis no ano passado, em relação a 2015: foram R$ 7,9 bilhões em receita líquida.
“O desempenho da Natura em 2016 foi influenciado pela queda de receita no Brasil, especialmente no terceiro trimestre, e pelas oscilações cambiais na América Latina, que reduziram o crescimento das Operações Internacionais”, afirmou a companhia em relatório. “Essas circunstâncias exigiram  disciplina na gestão de despesas e capital de giro”.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
“A crise política e econômica brasileira gerou redução do consumo nas diferentes categorias de cosméticos, fragrâncias e produtos de higiene, e um empobrecimento da cesta de compra das consumidoras brasileiras”, afirmou a companhia.
As Operações Internacionais da empresa já representam 32,3% da receita líquida consolidada em 2016.
A marca Aesop tem crescido. A marca elevou em 34% a receita líquida. No ano passado, foram abertas 41 novas lojas exclusivas da marca no mundo, totalizando 176, em 20 países da América, Ásia, Europa e Oceania. Ao todo a marca tem 176 lojas.
Considerando os canais digitais, a Rede Natura dobrou de tamanho. As vendas somaram R$ 106,7 milhões, frente aos R$ 50,1 milhões em 2015. As Consultoras Natura Digitais, que atuam nessa plataforma como franqueadas da venda direta digital, já somam 93 mil, atendendo mais de 1,5 milhão de consumidoras cadastradas.
A Natura encerrou o ano com Capex de R$ 306 milhões, em linha com nossas estimativas, com gestão mais criteriosa de investimentos.
Considerando os investimentos em inovação, eles foram menores em relação a 2015: foram R$ 187 milhões no ano passado, frente aos R$ 221 milhões.
De acordo com a companhia, a Natura continuou a gerar valor para toda a sua rede de relações. As vendas da linha de produtos Crer para Ver, que destinam recursos para a melhoria da educação por meio do Instituto Natura, passaram de R$ 30 milhões em 2015 para R$ 38,2 milhões em 2016, considerando Brasil e América Latina.
A empresa fechou o ano com 4,4 milhões de consultoras, considerando todas as operações da companhia.
No último período do ano passado, a receita consolida de foi de quase R$ 3,2 bilhões – apresentando estabilidade em relação ao mesmo período de 2015. No período, a empresa registrou lucro líquido de R$ 201,8 milhões, um crescimento de 38,8%.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS