99 e Uber concordam em um ponto: o seu direito de escolha precisa existir

Diante do risco da proibição de transporte em carros particulares, a 99 também decidiu se manifestar. Confira o que foi feito pela empresa

Shutterstock

Pela manhã, publicamos uma reportagem mostrando o posicionamento do Uber sobre o Projeto de Lei 5587/2016, que tramita no Congresso Nacional e pode ser votado hoje. O PL pode proibir a escolha por transporte em carros particulares. A empresa, claro, é contra a aprovação. Ao mesmo tempo, a 99, uma empresa que reúne carros particulares e táxis, também se manifestou contra essa proposta. Nesse sentido, vale lembrar que a lei afetaria toda a atividade de transporte de carros particulares compartilhados, o que inclui serviços como 99POP, Uber, Cabifiy, Easy, e outros.

Em vídeo publicado em sua página (veja abaixo) a 99 destaca que a evolução é natural em todo o processo da humanidade – e que não podemos ser obrigados a andar para trás, ou parar no tempo. Dessa forma, entende que os apps representam um avanço no transporte.

Assim como o Uber, a 99 comenta que o direito de escolha de milhões de pessoas está em jogo. A proibição afetaria a competitividade e tiraria opções dos consumidores. Por isso, a empresa destaca a importância do engajamento: é preciso demonstrar o interesse por esses serviços.

Abaixo segue texto-manifesto que a empresa publica em seu site, a respeito, nesta manhã. Ainda hoje publicaremos também o video-manifesto, convocando os motoristas e passageiros a aderirem à #direitodeirevir:

 

 

Além disso, a 99 publicou um manifesto:

Deputados: os carros particulares são uma opção de milhões

Seguir em frente, juntos. Este é um desejo nato da humanidade. Mulheres e homens usam a tecnologia para diminuir a distância e o tempo entre as pessoas.

A 99 nasceu do desejo de participar desta missão. De contribuir para que a vida nas cidades seja mais acessível e conectada. Com menos perda de tempo no trânsito. E com mais tempo para o que interessa. Para todos.

Com a tecnologia é possível compartilhar mais os carros, reduzindo deslocamentos com uma única pessoa por automóvel. E no lugar, aumentar as viagens com no mínimo de duas pessoas. A tecnologia torna o transporte mais democrático. E barateia o custo. Cada vez mais queremos USAR, no lugar de TER coisas.

Outro benefício vital: neste momento de crise econômica, os carros particulares estão abrindo dezenas de milhares de oportunidades de trabalho.

Hoje nosso aplicativo junta mais de 6 milhões de passageiros a mais de 200 mil motoristas em 550 cidades brasileiras por meio da tecnologia. Com ofertas de corridas de carros particulares – o POP – e de táxis. Há espaço para crescer muito mais, e, com ganho de escala, baratear ainda mais o serviço. É preciso levar estes benefícios a muita gente que hoje ainda não tem acesso ao sistema de transporte interligado pelos aplicativos, sobretudo nas áreas que não são próximas aos centros das grandes cidades.

Nesta missão, há espaço para todos. E para todos, juntos. Por isso a 99 juntou carros particulares e táxis num mesmo aplicativo.

O resultado foi que o POP – nossa modalidade de carros particulares – trouxe mais corridas para os táxis.

Em São Paulo, nos seis primeiros meses de operação, 46% das corridas feitas por passageiros que começaram a usar a 99 pelo POP, foram corridas de táxi. Um dia você usa o POP, que tem sempre preço muito competitivo. No outro você usa táxi, que é sempre muito rápido, porque tem acesso ao corredor. O bom é poder optar. Sempre. De acordo com a situação.

Apesar desses fatos, alguns parlamentares estão querendo acabar com este avanço de mobilidade e empreendedorismo para todos . Eles pretendem votar na Câmara Federal uma lei nesta terça-feira, 04/04/2017, que pode impedir que carros particulares continuem trabalhando.

Se essa lei for aprovada com algumas restrições que estão previstas, você não vai mais poder escolher como deseja chegar ao seu destino. Ou mesmo não poderá mais usar desta atividade para gerar renda para a sua família e para o país.

O segmento de carros particulares está atraindo fortes investimentos para o Brasil neste ano de 2017. Só na 99, em janeiro entraram mais de US$ 100 milhões da chinesa Didi Chuxing e o fundo global Riverwood. Contratamos mais de 120 pessoas nas últimas semanas. E temos mais de 150 vagas a preencher nos próximos dois meses. Tudo indica que isto é só o começo. E que não pode parar.

É preciso alertar toda a comunidade de motoristas e passageiros que conhecem os benefícios da atividade de carros particulares a se mobilizarem.

A mostrar a estes deputados federais, que os carros particulares são uma conquista e uma escolha de milhões de pessoas que enfrentam os desafios do dia-a-dia das metrópoles brasileiras para gerar riqueza ao país. Merecemos ter nosso direito de escolha de como se locomover preservado.

Deputados, avançar é a nossa escolha.”






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS