Conheça a estratégia da Muji, a marca das "não-marcas"

A Muji está presente em mais de 30 países e empenha-se em mudar a atitude dos consumidores no mundo. O WRC trouxe a palavra do CEO. Confira e se surpreenda

Dubai (Emirados Árabes) Foi em 1980 que Mujirushi Ryohin, Muji, criou a rede varejista que leva seu prenome. Uma loja diferente que combina produtos de qualidade – artigos para casa, acessórios e alimentos – mas sempre com um toque distinto.
Todos os artigos vendidos na Muji nascem de um processo de produção extremamente racional, baseado na seleção cuidadosa das matérias-primas, processos fluidos e embalagens super-simplificadas. Para Mujirushi, “a simplicidade e o vazio reclamam sua universalidade, e por isso, envolvem os sentimentos e pensamentos dos clientes”.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
O WRC recebeu Massiki Kanal, CEO e diretor-representante, para apresentar o case da rede, sob o tema: “O design e a filosofia da Muji: criando uma ‘não-marca’ em um mundo repleto de marcas”.
A Muji é uma espécie de antídoto para a sociedade de consumo, afirma Massiki. A rede defende um novo estilo de vida, baseado na simplicidade e na beleza. O estilo de vida de Tanaka, o designer da empresa, foi transferido para os produtos da rede, procurando criar uma ideologia distinta.
A Muji tem 758 lojas em mais de 30 países do sudeste asiático, África, América do Norte e Austrália, sendo 414 no Japão e mais de 13,5 mil empregados no mundo. Uma potência, a partir de um propósito.

Simplicidade como propósito

Para a rede, humanidade, beleza, limpeza redimensionam a ideia do novo, a tornam refém da ideia de simplicidade e da valorização da vida humana. Na Muji, a relação entre homens e animais de estimação é mais plena, deve ser valorizada, e evoluir para um plano de confiança e cumplicidade. Uma visão mais pura da vida, que se resume novamente à simplicidade.
Modéstia, suavidade, paciência, cooperação e esperança são os valores da empresa.  É a oposição ao comportamento arrogante, lógico, egoísta e raivoso que a sociedade japonesa assumiu durante muitos anos.
Por isso, a Muji preocupa-se genuinamente com as pessoas e acredita que essa mensagem deve se espalhar pelo mundo. Os produtos seguem uma estética limpa, ordenada, pensada milimetricamente para transmitir simplicidade, pureza,,com predomínio do branco, do alvo, nas roupas, nos artefatos, na comida, até nos cosméticos.
As imagens dos produtos impressionam pela elegância do design, por transmitirem princípios de sustentabilidade, equilíbrio, respeito. Nenhum artigo traz a marca. Por isso, ela é conhecida como a marca da “não-marca”. Consciência criativa, enfim. O conceito da Muji pode ser resumido em uma palavra: fascinante.
 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS