Em ação, empresa planta 300 ipês roxos e amarelos

As empresas precisam se preocupar com a comunidade e com o local em que estão. E existe uma multinacional japonesa investindo no Brasil…

Nos dias de hoje, não basta que uma empresa invista em produtos e serviços de qualidade. É fundamental a preocupação com o entorno – desde o local até a comunidade em que está inserida. O conceito de responsabilidade social e ambiental caminham nesse sentido: são fatores que os consumidores exigem das companhias.

De acordo com o estudo Empresas mais conscientes do Brasil, inclusive, 96% dos consumidores consideram que os investimentos em inovações baseadas em sustentabilidade são uma prática importante no trabalho das empresas.

E um dos casos mais recentes é o investimento da Nissan, que plantou mais 300 ipês roxos e amarelos no entorno do Complexo Industrial de Resende. A ação, é claro, também contou com um pouco de divulgação: a plantação dos ipês foi feita com a ajuda da Nova Nissan Frontier e foi realizada durante a apresentação da nova geração da picape para concessionários e clientes de vendas diretas.

Na ocasião, os 279 participantes receberam um certificado – cada um com a numeração de uma muda -, como se simbolicamente estivessem plantando seus compromissos com o desempenho da marca no ano fiscal de 2017, que começou agora no dia 1º de abril. O plantio das 300 mudas de ipês foi realizado por funcionários da fábrica, mas cada um dos concessionários e clientes envolvidos poderá acompanhar o desenvolvimento de seu ipê por meio do número dela presente em seus certificados

As árvores plantadas são espécies nativas da região e as mudas chegaram na caçamba da Nova Nissan Frontier. A ação, realizada em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA), reafirma o compromisso da Nissan de ter em Resende uma de suas unidades mais sustentáveis do mundo.

 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS