O jogo virou: o aplicativo é o principal canal de operação bancária no Brasil

É oficial: o aplicativo de celular se transformou no principal canal de operações bancárias no Brasil, em 2016. O app desbancou o internet banking

Shutterstock

Pela primeira vez na história, o aplicativo de banco (conhecidos por mobile banking) se tornou o canal mais utilizado pelos brasileiros para as operações bancárias, segundo dados divulgados pela Febraban (Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) a partir de dados de 2016. O app desbancou o ex-número 1, no caso o internet banking.

Pelo levantamento, a participação do mobile banking saltou de 20% em 2015 para 34% em 2016. Por outro lado, o internet banking caiu de 32% para 23%. Com isso, os apps se firmaram como o canal noº 1 para operações bancárias no país. E não deve parar por aí.

Transferência bancária

A análise isoladas das transações mostra um crescimento ainda maior em movimentações e transferências bancárias.

De acordo com a entidade, considerando apenas as transações a movimentação financeira, o salto foi de 140%. Já nas transferências bancárias, cresceu incríveis 741% no número de transações realizadas. Juntos, internet e mobile, já respondem por 57% do total de movimentações financeiras. Em 2015, os canais digitais respondiam por 52% das transações.

Segundo a Febraban, o crescimento do mobile banking se deve também à migração de operações que eram feitas em caixas eletrônicos, cuja participação no total das transações caiu de 18% em 2015 para 15% em 2016.

A pesquisa foi feita em parceria com a consultoria Deloitte, a partir de informações de 17 bancos, que representam 91% dos ativos do setor bancário.

Pelos últimos números disponibilizados pelo Banco Central, as transações via celulares e tablets ainda não superaram as feitas pelo internet banking. Segundo o relatório com base nas informações repassadas por mais de 100 instituições financeiras, ao todo foram 16,59 bilhões de transações via celulares ou tablets em 2016 (28,13%), ao passo que as transações via internet banking somaram 19,9 bilhões, ou 28% do total.

 

Com informações da Febraban e G1






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS