Conheça os vilões que roubam até 4 horas do seu dia

Em entrevista à Consumidor Moderno, a especialista Tathiane Deândhela mostra como tornar os dias mais produtivos.

Se você tem, às vezes, aquela sensação de que o dia “não rendeu”, saiba que não está sozinho. A falta de concentração, foco e organização e o acesso sem parcimônia às redes sociais são alguns dos fatores chamados pelos especialistas de “ladrões do tempo”. Hoje, o Brasil ocupa a 81ª posição no ranking de competitividade de países – termômetro que mede o nível de produtividade e as condições oferecidas para gerar oportunidades. É claro que isso se deve a diversos fatores, como capacidade de inovação e facilidade em se fazer negócios, mas ele leva em conta também a eficiência do mercado de trabalho. “Não por acaso, ocupamos a segunda posição no ranking de países que mais acessam as redes sociais”, diz a coach Tathiane Deândhela, especialista em produtividade.

Autora do livro “Faça o Tempo Trabalhar para Você”, ela explica que o uso das redes sociais acabam tomando muito mais tempo do que as pessoas imaginam e recomenda essas plataformas sejam usadas com moderação. “Estabelecer horários e até usar um alarme para lembrar que atingiu o tempo limite para essa atividade são estratégias que podem ajudar”, diz ela.

As interrupções são outro problema. Estudos indicam que o cérebro humano leva de 7 a 14 minutos para retomar a concentração quando mudamos de uma tarefa para outra. “Em uma estimativa de 27 interrupções por dia, chega-se ao total de 4h30 de perda por paradas e retomadas dos assuntos”, alerta Thatiane. “Perceba que esse tempo roubado não está sendo usado para descansar, nem para produzir, mas somente aquecendo o cérebro para reiniciar algo, então não vale a pena desperdiçá-lo”.

Confira as principais dicas da coach:

Controle o tempo de uso das redes sociais
Estabelecer horários e até usar um alarme para lembrar que atingiu o tempo limite para acessar emails, Whatsapp e redes sociais, como Facebook e Instagram, são estratégias que costumam ajudar

Evite interrupções
Estudos indicam que o cérebro humano leva de 7 a 14 minutos para retomar a concentração quando mudamos de uma tarefa para outra

Tenha sonhos
Ter um objetivo faz com que as pessoas, ao invés de quererem abraçar o mundo, se concentrem no que de fato é importante para alcançar a sua meta

Planeje a agenda
Fazer uma lista de tarefas no dia anterior ajuda não só a cumpri-las, como definir prioridades

Reúna-se consigo mesmo
Os grandes gurus da produtividade defendem que, ao menos uma vez por semana, as pessoas parem tudo para analisar como está sua vida, identificar os problemas e partir em busca de soluções

Aproveite a manhã
Uma pesquisa feita pela universidade americana de Harvard mostra que a parte da manhã é a mais produtiva. Então, use a melhor parte do seu dia para fazer o que é mais importante

Use aplicativos
O uso de recursos como o Trello (para programar e acompanhar a execução de tarefas) e o Underlist (ferramenta que permite delegar funções e acompanhar o andamento delas) ajudam a organizar tanto a visa profissional como a pessoal. “Lembre-se: quem quer ser tudo para todos não é nada para ninguém”, diz Thatiane.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS