Confira os 10 produtos com mais impostos no Brasil

Cerveja e gasolina, conhecidos entre os brasileiros como líderes de impostos, não aparecem entre os 10 produtos mais afetados

O brasileiro sente no bolso o peso dos impostos embutidos nos itens comprados diariamente. Apesar de pagar por isso, dificilmente o consumidor sabe quanto em tributos atrelados pagou para o governo com a nova compra.
Como parte das ações do Dia da Liberdade de Impostos, realizado nesta quinta-feira (01), a Proteste fez uma lista com os produtos que mais possuem impostos no Brasil. No dia, alguns produtos são vendidos sem os impostos embutidos no preço final.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
A lista contém de bebidas alcoólicas a itens de entretenimento. Os popularmente considerados como campeões de tributos, a cerveja e a gasolina não aparecem entre os 10 produtos mais afetados.
Para o setor automotivo, por exemplo, estima-se que o brasileiro gaste em média de 48,2% a 54,8% em impostos ao comprar um carro, segundo a ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Com isso, se torna um dos países com mais cargas tributárias sobre os automóveis no mundo.

Confira o ranking com os 10 produtos mais impostos

  1. Cachaça (81,87%)
  2. Casaco de pele de vision (81,86%)
  3. Cigarro (80,42%)
  4. Perfume Importado (78,43%)
  5. Caipirinha (76,66%)
  6. Consoles de videogames (72,18%)
  7. Jogos de videogames (72,18%)
  8. Perfume Nacional (69,13%)
  9. Moto acima de 250 cc (64,65%)
  10. Fogos de Artificio (61,56%)

Fonte: Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

Descontos

Empresas de 12 estados do País e do Distrito Federal participarão do Dia da Liberdade de Impostos e vão oferecer descontos de até 80%, referentes ao valor da carga tributária dos produtos.
Entre as empresas participantes estão mil lojas, 10 shoppings e postos de gasolina, que vão vender até 100 mil litros de combustível com 40% de desconto em relação ao valor com imposto.
Segundo estimativa da CDL Jovem, o brasileiro precisa trabalhar aproximadamente cinco meses do ano apenas para pagar impostos, que consome 40% do salário do trabalhador.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS