Telefonia móvel em baixa com o consumidor?

A quantidade de linhas de telefone móvel caiu no mês de abril na comparação com o mês anterior, segundo a Anatel. Veja os números

Por: - 2 anos atrás

Shutterstock

A quantidade de linhas da telefonia móvel caiu no mês de abril na comparação com o mês anterior, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com a agência, no mês de abril de 2017, a telefonia móvel apresentou uma queda de 14,09 milhões de linhas (-5,50%) em relação ao mesmo mês do ano passado.

As operadoras que registraram um aumento no número de linhas são: Datora (especializada na oferta de telefonia VoiP) e a Porto Seguro (sim, a seguradora) com novos 61,34 mil (+107,75%) e 121,06 mil linhas (+33,31%), respectivamente.

Dos quatro maiores grupos, apenas a Vivo apresentou evolução, com mais 802,98 mil linhas (+1,10%). Claro, Tim e Oi tiveram reduções de 4,61 milhões (-7,11%), 5,03 milhões (-7,57%) e 5,60 milhões (-11,75%).

Expansão do 4G

Quanto às tecnologias, o maior aumento dos últimos doze meses foi do 4G (LTE), com adição de 39,18 milhões linhas (+112,31%). No período em questão, as linhas M2M (linhas de dados para aplicações máquina-máquina) apresentaram crescimento de 1,79 milhão (+15,38%). As outras tecnologias apresentaram redução no número de linhas.

Em abril deste ano, todos os estados apresentaram queda no número de linhas móveis. Os estados com maiores quedas foram Pernambuco, com redução de 1,21 milhão de linhas (-10,37%), seguido por Ceará, com diminuição de 1,10 milhão de linhas (-10,30%) e Alagoas, com menos 376,41 mil linhas (-10,23%).