15% dos brasileiros consomem produtos orgânicos, diz pesquisa

Levantamento feito pela Market Analysis ouviu 905 pessoas em nove capitais para entender o perfil do consumidor de orgânicos no Brasil

Cerca de 15% da população urbana consome produtos orgânicos no Brasil. Estimativa feita pela Market Analysis ouviu 905 pessoas em nove capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Recife, Porto Alegre e Goiânia.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
As verduras, legumes e frutas são os alimentos mais consumidos pelos entrevistados. O sul do País é a região mais adepta aos produtos orgânicos, representando na pesquisa o dobro do consumo nacional.
A pesquisa também questionou os motivos da população optar por não consumir produtos do gênero. A maior parte dos entrevistados (41%) disse que não comprar por falta de preços acessíveis.
A ausência de interesse, a falta de lugares próximos e o pouco conhecimento sobre a diferença entre orgânicos e produtos normalmente consumidos completam a lista.
Precisávamos ter um perfil por região, com consumo, costumes e percepção do consumidor de orgânicos“, diz Ming Liu, responsável pela pesquisa. “Se há cerca de 600 feiras orgânicas mapeadas no Brasil e a cada ano o crescimento do setor chega a 20%, temos potencial de aumento de consumo”, completou em nota enviada pela assessoria.

Oportunidade

A pesquisa mostrou ainda que o interesse dos brasileiros por orgânicos pode gerar uma oportunidade para os varejistas.
Durante o levantamento os consumidores afirmaram que não se identificam com nenhuma marca forte ou que represente o setor de orgânicos. O conhecimento das marcas é baseado nas aparições na mídia e as gôndolas de supermercados é considerado o ponto de venda mais relevante.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS