99 faz campanha pelo cinto de segurança traseiro

Startup de mobilidade urbana brasileira estende campanha do Maio Amarelo para alertar riscos de viajar sem o cinto no banco de trás

Shutterstock

Outubro é rosa para alertar dos riscos do câncer de pele. Já o mês de novembro tem a cor azul para lembrar os homens da importância da prevenção do câncer de próstata. Desde o ano passado, maio recebeu a cor amarela para advertir motoristas dos perigos das ruas e estradas pelo mundo. A 99, startup de mobilidade urbana, entrou na discussão e iniciou uma campanha para incentivar o uso do cinto de segurança traseiro.

Para isso, a empresa distribuiu diversos kits a motoristas particulares e taxistas contendo capas protetoras para cintos e encostos de bancos. Neles, há mensagens alertando dos riscos de viajar sem a proteção no banco traseiro. “Cerca de 75% das mortes no trânsito poderiam ser evitadas caso os passageiros estivessem com o cinto afivelado”, diz Ana Guerrini, responsável por Políticas Públicas na 99.

De fato, ainda há muito o que se educar. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 50% dos passageiros utilizam o cinto no banco traseiro. A ação faz parte do aporte de R$ 900 mil anunciado pela 99 no início de maio, em parceria com a Prefeitura de São Paulo e Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes.

Confira o vídeo da campanha:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS