Brasileiros não fazem controle de compras feitas pelo cartão de crédito

Estudo feito pela SPC Brasil mostra como os brasileiros se relacionam com cartão de crédito. E as conclusões não são muito animadoras para o consumidor.

A maioria dos brasileiros (57%) não faz controle efetivo das compras via cartão de crédito. Entre as atitudes mais comuns está consultar a fatura antes do fechamento, ler a fatura quando ela já está fechada e fazer o controle de cabeça.
As informações fazem parte do levantamento feito pela SPC Brasil em parceria com a CNDL sobre o uso do cartão de crédito no País.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
“O cartão de crédito é tratado por muitos como o vilão do orçamento, mas pode ser um aliado do consumidor que souber utiliza-lo adequadamente”, diz por meio de nota a Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.
“É fácil tirar o cartão do bolso e pagar uma despesa. Porém, se não houver disciplina, mais fácil ainda é perder a noção do quanto foi gasto e ultrapassar os limites do orçamento. O controle financeiro é fundamental para evitar esse tipo de problema”, completa.
Dentre os entrevistados, 38% disseram que fazem o controle total e sistemático dos gastos. As principais formas de fazer isso são anotações de gastos no papel (21%), planilhas (11%) e registro de compras em aplicativos no celular (6%).

Atraso

A maioria (59%) também desconhece o valor cobrado da taxa de juros de pagamento em atraso da fatura. Dentre eles, as mulheres, os mais jovens e os de baixa renda são os que mais ignoram o custo deste atraso.
Quatro em cada dez brasileiros disse ter ficado, em algum momento, com o nome sujo por não pagarem a fatura do cartão e 11% estão com alguma parcela em atraso hoje.
Apesar disso, 90% dos usuários de cartão sabem que essa forma de pagamento impõe riscos a vida financeira do consumidor. O principal motivo apresentado é a cobrança de juros por atraso de pagamento, seguido de clonagem do cartão e por incentivar compras impulsivas.

Menos cartões

A quantidade de brasileiros que usam cartão de crédito caiu quase 10% em relação ao ano passado. Esse ano, 61% dos consumidores nacionais usam o objeto para pagamento.
De acordo com o levantamento, a queda se deu principalmente devido as dificuldades dos consumidores em conseguirem o cartão. A pesquisa indica que 28% dos entrevistados tentaram um cartão de crédito nos últimos três meses, mas só 10% conseguiram.
Os motivos mais apontados para não ter cartão de crédito é o nome sujo, seguido de falta de comprovação de renda e preferência em pagar as contas à vistas na tentativa de ter descontos.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS