Starbucks quer ser a sua opção de almoço

Rede americana de cafeterias lança sanduíches para ganhar espaço nas principais refeições dos brasileiros

Por: - 2 anos atrás

Divulgação

Conhecida por seus cafés e frapuccinos, a rede americana de cafeterias Starbucks lançou nesta terça-feira (11) um cardápio de sanduíches. A ideia da marca é ganhar espaço em refeições como almoço e jantar, em que a marca sequer era lembrada.

“Nós enxergamos a oportunidade de participar de novos momentos do dia do consumidor, trazendo opções para um café da manhã mais reforçado, um bom almoço ou jantar,”, diz Sandra Collier, gerente sênior de marketing da Starbucks Brasil.

Entre as opções, se destacam sanduíches tipicamente americanos. Os bagels, por exemplo, entram em cena. Opções com salmão ou com ovo podem chegar a custar R$ 23. Também foram lançadas opções de combos – o lanche de salmão juntamente com um suco fica por R$ 25.

Wrap de cogumelo e sanduíche de costela também foram criados para atrair a clientela nas principais refeições do dia.

Estratégia de negócio

De acordo com a Starbucks, a meta dos novos produtos é aumentar a participação das comidas em 20% no resultado financeiro. Todos os lançamentos, aliás, foram criados pela equipe brasileira após pesquisas.

O movimento da rede de cafeterias para alcançar as pessoas em novos momentos de consumo não é recente. Em 2014, por exemplo, cervejas e vinhos passaram a ser vendidos em diversos restaurantes nos Estados Unidos.

Já neste ano, a cafeteria passou a comercializar sorvetes em vários países.

Expansão

No Brasil, a companhia possui 104 lojas espalhadas pelos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Em entrevistas recentes, o presidente da subsidiária da Starbucks no Brasil, Ricardo Rinkevicius, afirmou ter a meta de chegar a 367 lojas até 2021.

A ideia é aumentar a participação do Brasil dentro do faturamento global da companhia. De acordo com estimativas, o país representa apenas 0,4% das vendas da rede.

No ano passado, pelo mundo, a Startbucks faturou US$ 21,3 bilhões com mais de 25 mil lojas abertas.