AeC une tecnologia e gamificação para elevar o potencial dos contact centers

Na AeC, tecnologia e gamificação criam interações inovadoras em prol do atendimento ao cliente; conheça o Robbyson um avatar que auxilia a gestão de equipes

Por: - 2 anos atrás

Durante as Visitas Criativas do Whow! Festival de Inovação, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o Robbyson. O personagem digital da AeC, uma das companhias mais inovadoras do mercado de contact center do País.

Essa tecnologia foi apresentado ao participantes no Studio 190, em São Paulo. Na ocasião, Cassio Azevedo, sócio-fundador da AeC, recebeu os convidados e afirmou: “mesmo diante de todas os avanços tecnológicos, o setor de contact center está evoluindo para um modelo híbrido.”

Dito isso, Cassio acrescenta: “na AeC acreditamos que este é o futuro do relacionamento com clientes, onde a união inteligente da tecnologia e do potencial humano elevará os resultados dos nossos clientes e de todo o setor”, diz.

Muito prazer, sou o Robbyson!

Partindo deste conceito, a empresa criou o Robbyson, uma “ferramenta do gestor moderno”, como explica Cássio.

O Robbyson nasceu no final de 2014 como uma estratégia diferente para melhorar a qualidade e a produtibodade dos agentes de contato da AeC e, posteriormente, o serviço prestado às empresas clientes.

O Robbyson tem como fundamento a gamificação. Ele opera em paralelo com o sistema usado nos computadores dos colaboradores que, na prática, funciona como um jogo. A partir do momento em que o atendente entra na brincadeira ele cria seu avatar Robbyson e começa a trabalhar.

À medida que o usuário eleva os indicadores de produtividade durante as jornadas de trabalho ele pode ganhar vários prêmios, como produtos e folgas, por exemplo. O objetivo é aumentar o número de atendimentos bem-sucedidos.

A ideia foi tão acertada que o Robbyson se transformou em uma plataforma inovadora de gestão, reconhecimento e capacitação da AeC.

Ele orienta de maneira estratégica os recursos facilitando a velocidade e a evolução dos resultados dos agentes de contato.

De acordo com a Cassio, a automação da gestão tornou ainda mais justos os processos internos da companhia. E o Robbyson pode ser utilizado em qualquer empresa, em diversos setores, para a autogestão dos colaboradores. “Essa tecnologia traz o conceito de meritocracia de uma forma moderna, justa e muito produtiva”, diz.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

 Convidado especial

Para incrementar a apresentação, a AeC convidou Rodrigo Giaffredo, Innovation Catalyst na IBM, que consolidou a apresentação do Robbyson fazendo uma reflexão sobre as novas tecnologias e o humano.

Traçando um paralelo entre a revolução industrial e a revolução da tecnológica Giaffredo provocou: “Quais são as capacidades humanas que devemos ter afiadas quando temos hoje ferramentas tecnológicas para impulsioná-las ainda mais?”.

Para o especialista, a substituição de humanos por máquinas ainda está distante: “humanos são e serão superiores a trabalhos que exigem criatividade e empreendedorismo”.

Conceitos como machine learning, linguagem natural e inteligência artificial foram ainda apresentados por Giaffredo de forma cuidadosa. O especialista  deixou claro que toda essa evolução só foi alcançada e será ainda mais desenvolvida pela interferência humana.

Assim, Giaffredo evidenciou todo o potencial do Robbyson, onde as qualidades humanas são aceleradas pela tecnologia. Na sua visão, isso traz ainda mais sofisticação e capacidade produtiva para a AeC. “É dessa troca que vem o desenvolvimento de uma empresa e de todo um setor”, conclui o especialista.